Veia Esportiva

O caminho de Tite na Seleção até a liderança das Eliminatórias

(Créditos: Lucas Figueiredo/CBF)

(Créditos: Lucas Figueiredo/CBF)

10 Com o desempenho, o treinador recuperou o Brasil nas Eliminatórias e terminou o ano em primeiro na classificação.

O Brasil estava em sexto lugar nas Eliminatórias quando Tite,  contratado após a disputa da Copa América Centenário, assumiu com o Brasil. A caminhada rumo à liderança começou com uma convincente vitória por 3 a 0 sobre o Equador, em Quito. A partida marcou a estreia do atacante Gabriel Jesus pela Seleção Principal. Campeão olímpico, Jesus marcou duas vezes e deu um belo cartão de visitas para os torcedores brasileiros.

Na volta ao Brasil, a Seleção teve pela frente a Colômbia, e fez o dever de casa. Com gols de Miranda e Neymar, o Brasil derrotou os colombianos por 2 a 1 e confirmou o bom início de Tite como técnico da equipe.

Na rodada seguinte, a Seleção jogou novamente dentro de casa. Contra a Bolívia, em Natal, o Brasil sobrou, jogou bem e saiu de campo com uma goleada: 5 a 0, com gols de Gabriel Jesus, Filipe Luís, Giuliano, Roberto Firmino e Neymar, que chegou a marca de 300 em toda a carreira.

Para completar a rodada, o Brasil viajou até a Venezuela e bateu os donos da casa por 2 a 0.  A vitória brasileira foi construída com gols de Gabriel Jesus e Willian, e deixou o time na liderança das Eliminatórias pela primeira vez na competição. Uma posição que a Seleção não largou mais.

DESAFIOS

Em seguida, Tite teve o que muitos julgavam ser seu maior desafio no ano pela Seleção Brasileira: a Argentina de Messi e cia, no Mineirão. Dentro de campo, o Brasil construiu um sólido 3 a 0 e conquistou um resultado que reafirmou o grande momento da Seleção.

Com um dos gols marcados no clássico (os outros foram de Philippe Coutinho e Paulinho), Neymar chegou ao 50º tento pela Seleção Brasileira.

Quem também completou um feito histórico com a Seleção foi o lateral-direito Daniel Alves. Contra o Peru, no jogo seguinte, Dani completou 100 jogos com a Amarelinha. E comemorou em grande estilo. Em Lima, Gabriel Jesus e Renato Augusto garantiram a vitória por 2 a 0 e a manutenção da liderança na virada do ano. Jesus, por sinal, terminou o ano como artilheiro da Seleção Principal ao lado de Philippe Coutinho. Os dois foram grandes destaques da equipe nos últimos seis jogos.

Foi assim, de vitória em vitória, resultado em resultado, que a Seleção se recuperou nas Eliminatórias. Com isso, o Brasil agora ocupa a primeira posição, com 27 pontos, quatro a mais do que o segundo colocado, o Uruguai, e nove a mais do que o primeiro time fora da zona de classificação, a Colômbia.

CBF

Recomendado para você