Veia Esportiva

Fortaleza deve receber edição do UFC em junho de 2019

Fortaleza registrou público de mais de 14 mil espectadores na última vez que recebeu o UFC. (Foto: Bruno Balacó / O POVO)

O vice-presidente do UFC, David Shaw, confirmou em coletiva de imprensa concedida na madrugada deste domingo, 23, logo após a realização do UFC São Paulo, que a organização pretende realizar três edições no Brasil em 2019.

Duas já estão com sedes acertadas: Curitiba e Fortaleza – como o O POVO antecipou em junho passado. 

Acontece que, diferente do planejamento inicial, o evento na capital cearense, que estava previsto para ocorrer em fevereiro, foi deslocado para junho do próximo ano. Isso porque o Ultimate decidiu que a primeira edição de 2019 ocorrerá em Curitiba, na Arena da Baixada, em fevereiro. Quatro meses depois, a companhia voltaria ao Brasil para uma edição em Fortaleza, em junho, no ginásio do Centro de Formação Olímpica (CFO).

A informação foi confirmada ao blog Clube da Luta pelo titular da Secretaria de Esportes do Estado (Sesporte), Euler Barbosa. “Confirmado. Já tenho o bloqueio de data solicitada pela organização (UFC), que é de 23 a 26 de junho. Esse foi o pedido do UFC”, destacou o secretário.

Em relação ao local da 3ª edição que o UFC quer promover no Brasil em 2019, duas cidades estão na disputa: Rio de Janeiro e São Paulo. De cara, a capital paulista desponta como favorita, muito em função da má impressão deixada pelo Rio na última vez que o evento esteve lá, em junho do ano passado, com bilheteria aquém do esperado. Os executivos do Ultimate também se mostraram incomodados com os problemas de segurança na Cidade Maravilhosa.

HISTÓRICO DO UFC EM FORTALEZA

Até hoje, Fortaleza já foi palco de duas edições do UFC. A primeira, em junho de 2013, no ginásio Paulo Sarasate, em card liderado pelo duelo entre Rodrigo Minotauro x Fabrício Werdum, dois ex-campeões do UFC. Quatro anos depois, em março de 2017, a companhia voltou à capital cearense para uma edição no ginásio do Centro de Formação Olímpica.

Na ocasião, o evento teve como luta principal o duelo entre Vitor Belfort e o americano Kelvin Gastelum, além de presenças como Maurício Shogun, Bethe Pitbull, Edson Barboza e o cearense Rony Jason no card. Esta edição contou com ginásio lotado e mais de 14 mil espectadores no CFO.

 

Bruno Balacó / Blog Clube da Luta

Recomendado para você