Veia Esportiva

Rockets, Lakers e Celtics levam a melhor em rodada natalina da NBA

(Foto: Reprodução)

Esta terça-feira, 25, foi o dia da tradicional rodada de natal da NBA. Após a vitória do Milwaukee Bucks sobre o New York Knicks, mais quatro jogos deram o que falar na melhor liga de basquete do mundo.

A começar pelo Houston Rockets, que venceu o Oklahoma City Thunder com mais uma atuação marcante de James Harden. Ademais, o Boston Celtics superou o Philadelphia 76’ers e o Los Angeles Lakers derrotou o Golden State Warriors, fora de casa.

Para fechar a noite, o Utah Jazz surpreendeu o Portland Trail Blazers e também presenteou seus torcedores com um triunfo.

Barba arrepiada

No Toyota Center, o Houston Rockets contou com mais um dia inspirado de seu principal jogador, James Harden, que chegou ao sétimo jogo seguido anotando no mínimo 30 pontos.

Harden, do Rockets, faz a bandeja diante da marcação de Steve Adams (Foto: Bob Levey / AFP)

Desta vez foram 41, além de sete assistências e seis rebotes, na vitória por 113 a 109 sobre o Oklahoma City Thunder.

O pivô Clint Capela também merece destaque, sendo responsável por 16 pontos e nada menos que 23 rebotes. Pelo lado de OKC, Paul George e Russel Westbrook foram bem, mas não o suficiente para mudar a história da partida, que foi bem equilibrada em termos gerais.

O ala fez 28 pontos e pegou 14 rebotes, enquanto o armador beirou o triplo-duplo com 21 pontos, nove rebotes e nove assistências.

Imparável Irving 

No TG Garden, o nome do jogo foi Kyrie Irving. O armador do Boston Celtics mostrou, desde o começo do jogo, que não estava para brincadeira.

Ao todo, foram 40 pontos para ele, além de 10 rebotes, que guiaram o time da casa ao triunfo sobre o Philadelphia 26’ers por 121 a 114, após prorrogação.

O camisa 11 foi absolutamente decisivo, fazendo cestas nos momentos finais, tanto no tempo regulamentar, como na prorrogação.

Os alas Marcus Morris e Jason Tatum também foram importantes, contribuindo com 23 pontos cada. Dos visitantes, quem tentou chamar a responsabilidade foi o pivô Joel Embiid, com 34 pontos e 16 rebotes.

O ala Jimmy Butler, por sua vez, fez 24 pontos, pegou cinco rebotes e deu quatro assistências, no duelo que alternou lideranças de placar e acabou com virada dos Celtics no último quarto.

Fim de jejum

Na Oracle Arena, em Oakland, o Los Angeles Lakers não vencia o Golden State Warriors desde 2012. E o jejum teve seu fim nesta quarta-feira, com o triunfo dos angelinos por 127 a 101, mesmo com a ausência de LeBron James em mais da metade do jogo.

LeBron James comemora cesta diante dos Warriors em pré-temporada. (Foto: Getty Images)

O astro se lesionou logo no início do terceiro quarto e, dos vestiários, viu sua equipe chegar à vitória com boa atuação coletiva.

Mesmo jogando apenas 21 minutos, o camisa 23 deixou a quadra com 17 pontos, 13 rebotes e cinco assistências. Outros seis jogadores dos Lakers terminaram o jogo com mais de 10 pontos.

Destaque para Kyle Kuzma, com 19. Por parte dos donos da casa, as estrelas Kevin Durant e Stephen Curry, desta vez, estiveram apagados. Mesmo assim, contribuíram com 21 e 15 pontos, respectivamente. O detalhe negativo foi Klay Thompson, que marcou apenas cinco pontos.

Jazz de natal

Na Vivint Smart Home Arena, o Utah Jazz fez valer o mando de quadra e bateu o Portland Trail Blazers por 117 a 96. Chamou a atenção a atuação do pivô Rudy Gobert, que teve um ótimo desempenho defensivo, com nada menos que sete tocos.

O francês ainda contribuiu com 18 pontos e 14 rebotes para ser o nome do jogo e guiar sua equipe ao resultado positivo.

No total, sete jogadores do Jazz somaram mais de 10 pontos, tornando complicadíssima a vida dos Blazers, que não contaram com boas apresentações de seus principais nomes. Damian Lillard anotou 20 pontos, enquanto CJ McCollum apenas 11.

 

Terra

Recomendado para você