Vidas ao Vento

Ele é sem limites

368 1

Fernando Fernandes vem velejar de kite no Ceará. FOTO: Gisa de Paula

Fernando Fernandes é superação. Estar perto dele me fez sentir que o impossível não existe. Impossível é só o que ainda não foi visto ou feito, mas ele vai lá e faz. Sem parar, desde 2009. Agora ele é o primeiro cadeirante, com este tipo de lesão, a velejar de kitesurfe.

Hospedado na Pousada Kite Cabana, no Cumbuco. FOTO: Gisa de Paula

Fernando perdeu o movimento das pernas e da região lombar ao sofrer um acidente de carro há quase 10 anos. Ainda na reabilitação ele conheceu a paracanoagem e decidiu se tornar um dos melhores do mundo. E conseguiu: Fernando ganhou 4 competições mundiais consecutivas e hoje faz parte da história desse esporte. Agora ele busca uma sensação nova e encontrou o que buscava no kitesurfe, esporte que ele aprende desde novembro do ano passado. E sim, ele já está velejando.

Gustavo e Fernando vieram dirigindo da Bahia ao Ceará para velejar. FOTO: Gisa de Paula

Gustavo Foerster, amigo do kite de longa data, é quem está ensinando Fernando a velejar. A missão começou lá em Buraquinho, na Bahia, onde Gustavo fundou o Clube da Prancha, e desde então eles vêm adaptando materiais para a melhor forma de velejar do Fernando. “É uma grande responsabilidade e eu estou aprendendo muito. Aprendi a entrar no universo dele e agora estou estudando sobre lesões. De tanto aprender resolvemos começar a Kite Soul, que é o projeto que vai desenvolver o kite adaptado no Brasil. Isso inclui desenvolvimento de equipamentos com a Jumper Equipamentos e produção de conteúdo”. Atualmente Fernando veleja com prancha desenvolvida pela Jumper e usa o sistema Fireball, da Cabrinha.

 

O trio de atletas que buscam emoção no Brasil e no mundo. FOTO: Gisa de Paula

Alessandro Matero, o outro parceiro deles nesta trip, também comecou a velejar no Ceará com Ygon Maia em 2015 e agora em maio segue com Fernando para o Havaí, onde eles fazem a travessia de canoagem oceânica de Molokai a Oahu e depois sobem de bike o vulcão Haleakala.

Gustavo, Fernando e Set Teixeira na Lagoa do Cauípe. FOTO: Gisa de Paula

Em junho o trio volta para treinar e gravar aqui no Ceará; um documentário para o Canal Off e um especial para o Esporte Espetacular, programa esportivo da Rede Globo. Em seguida eles querem, juntos com Gustavo, velejar de snowkite em alguma planície gelada das Américas.

 

Recomendado para você