Ancoradouro

O Outro Lado do Arco-íris

 O movimento gay é um  grupo que empreende esforços para  arrejimentar uma cultura homossexual, cuja militância procura taxar como homofóbica  toda e qualquer  atitude não compatível com sua ideologia. Na sociedade é arriscado olhar o todo pela fração.

É óbvio que se deve combater o preconceito existente contra o grupo, mas prevalecer-se desta bandeira para incutir um modus vivendi para a população é inaceitável. A lei civil e penal já ampara os homossexuais contra  os crimes de ofensa e injúria assim como protege os demais cidadãos que sintam-se agredidos moralmente.

Muitos interesses existem por trás das cores do arco-íris. Empresários, políticos e o ramo do entretenimento encontram no público em pauta uma forma arrojada de lucrar. O interesse não é no bem estar do indivíduo e sim a promoção de uma cultura que exalte o hedonismo e o liberalismo.

Basta observar com mais crítica a maior manifestação do grupo no país, a parada gay. As mídias apresentam o evento como um protesto ao preconceito, mas de fato, o que acontece na Parada? Um desfile semelhante aos carnavalescos onde na grande maioria os ativistas se apresentam com roupas sumárias e praticando atos ligados ao universo erótico.

Eu questiono os pais de família frequentadores da Parada, ainda mais os que levam os filhos. Que modelo de protesto apresentarão à prole? O pirulito erótico? Os corpos seminus dos manifestantes? A liberalidade dos atos de beijos, abraços e pegações predominantes na passeata?

Manchetes da Parada Gay neste ano

Pirulito erótico de chocolate é vendido na Parada Gay de SP (Do G1)

PM registra pelo menos 320 atendimentos médicos na Parada Gay (Do Terra)

Parada Gay ganha tom político, mas presidenciáveis não aparecem (Do Uol)

Bebidas alcoólicas são vendidas livremente na Parada Gay (Do R7)

É de se por em dúvida a credibilidade de uma manifestação regada a  bebida alcoólica. Fica o questionamento para quem deseja pensar diferente.

Recomendado para você

Nenhum comentário

  • Letícia disse:

    Tenho varios amigos gays e os respeito.Mas concordo com Vanderlucio quando diz que qualquer posição contraria é homofobica,e isso não é verdade.
    Não levaria filho meu em parada gay.Crianças ainda não tem opiniao formada e induzi-las dessas forma,pra mim seria crime.
    Acredito que a liberdade de expressão é benefica,mas os limites tão bem o são.

  • Francisco Aragão disse:

    Parada gay é um movimento de depravados e indecentes querendo impor a uma nação a aceitá-los como pessoas normais. Não é normal um homem praticar atos sexuais com outro, como também mulher praticar atos sexuais com outra. A própria biologia mostra que isso não é normal. O natural e normal é o ânus ser lugar de saída de fezes e não entrada de pênis. Alguém pode me provar o contrário? O homem foi feito para levar pra cama uma mulher e não outro homem. Tenho direito constitucional de professar a minha fé como consta na minha Bíblia: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”, Gênesis 1, 24. Se esses depravados querem viver nas suas práticas abomináveis que vivam, não vou jogar pedra neles mas também não arredarei da minha fé cristã e não me calarei e nem deixarei de dizer o que Deus fala nas Sagradas Escrituras. Deus abomina o pecado mas ama o pecador.

  • Concordo plenamente que as “minorias” devem lutar por seus direitos, porém, sou da opinião que se queremos ter uma visão igualitária , devemos pensar de uma forma mais coerente. Concordo com a afirmação de que a manifestação é carnavalesca e com conotações eróticas e me pergunto , que respeito esperamos adquirir desta forma? Muitas pessoas criticam aqueles que julgam estar dentro do armário , como se todo gay fosse uma gazela amarrada impedida de saltitar pela ruas. Vamos parar pra pensar , homoafetivo ou sexual … indica apenas o estímulo afetivo ou sexual por alguém do mesmo sexo e ainda que existam homens mais sensíveis ou mulheres mais rígidas , isso não cria a necessidade de uma personificação , acho que quando as pessoas se impuserem por seus valores e por sua moral aí sim ganharemos uma visão mais respeitosa na sociedade.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *