Asas e Flaps

Fumaça 60 anos – Maior Show Aeronáutico do Brasil

479 6

Esquadrilha da Fumaça é o nome popular do “Esquadrão de Demonstração Aérea – EDA”, um grupo de pilotos e mecânicos da Força Aérea Brasileira que fazem demonstrações de acrobacias aéreas pelo Brasil e pelo mundo. Sua finalidade de acordo com a EDA é aproximar os meios aeronáuticos civil e militar, contribuir para a maior integração entre a Aeronáutica e as demais Forças Armadas e marcar a presença da FAB em eventos no Brasil e no exterior.

Vídeo produzido pela Farol Filmes com imagens do DVD Asas e Coração

ABAIXO: A ESQUADRILHA EM FERNANDO DE NORONHA

História

A Esquadrilha originou-se pela iniciativa de instrutores de voo da antiga Escola de Aeronáutica, sediada na cidade do Rio de Janeiro. Em suas horas de folga, os pilotos treinavam acrobacias em grupo, com o intuito de incentivar os cadetes a confiarem em suas aptidões e na segurança das aeronaves utilizadas na instrução.

Em 14 de maio de 1952, uma comitiva estrangeira em visita à Escola pôde apreciar a primeira demonstração oficial do grupo. Após algumas apresentações, percebeu-se a necessidade de proporcionar ao público uma melhor visualização das manobras execultadas. Com isso, em 1953, acrescentou-se na aeronave ultilizada a época, o NA T-6, um tanque de óleo exclusivo para a produção de fumaça.

Com o tempo, as aeronaves e as acrobacias mudaram, mas a essência da Esquadrilha mantém preservado o espirito de arrojo e determinação do grupo.

Atualmente, o EDA está sediado na Academia da Força Aérea, na cidade de Pirassununga, Estado de São Paulo.

No dia 28 de novembro de 1961, na cidade de Florianópolis em Santa Catarina. Durante uma solenidade militar , realizada na época do comando do coronel Lara Ribas. dois aviões modelo Texan T-6 se colidiram no ar. O avião pilotado pelo Capitão Durval Pinto Trindade perdeu o leme e caiu no Centro da cidade, O desastre foi nas proximidades do Largo Benjamin Constant. Por essa razão, o local ficou conhecido como Praça do Avião. O outro piloto com a asa daníficada conseguiu fazer um pouso de emergência na Base Militar de Florianópolis.

No dia 1 de maio de 1995, o Capitão Cláudio Gonçalves Gamba, piloto da aeronave número 7 do EDA , morreu após não conseguir se recuperar da manobra Lancevak , na apresentação no município de Rio Negrinho. Após esse acidente a manobra foi retirada do display do EDA por ser muito perigosa , substituída pela Grossura com efeito vísual parecido.

No dia 2 de abril de 2010, o Capitão Anderson Amaro Fernandes, piloto da aeronave número 7 do EDA, morreu ao chocar sua aeronave contra o solo durante a manobra Snap Roll , na apresentação no município de Lages.

Missão

Contribuir para a difusão da imagem da Força Aérea Brasileira junto aos públicos interno e externo.

Visão de futuro

Ser capaz de exercer toda a sua potencialidade como órgão de comunicação social, com o intuito de ampliar a notoriedade da Força Aérea Brasileira no cenário nacional e inter-nacional.

Fonte: Wikipédia

________________________________________________________________________________
Quer um aeromodelo cheio de leds (luzes) e baratinho? Liga para o Wetter da Wettermodelismo , celular 8887-3893