Asas e Flaps

Helicóptero rádio controlado movido a bioquerosene só em Pernambuco mesmo

405 1

Em parceria com a BrasbioCombustiveis, o Cetene planeja testar a aeronave, que deverá fazer quatro voos diários, visando avaliar o desempenho do biocombustível de aviação, por meio de fotos  e vídeos que serão produzidos pelos pesquisadores. Esse material permitirá acompanhar a evolução dessas espécies, situação da copa da árvore, além de identificar a germinação e alguns tipos de contaminação por pragas.

Para a produção do bioquerosene, será monitorada, inicialmente, uma área de 10 mil m², segundo informou o coordenador da Divisão de Biocombustíveis do Cetene, James Melo. Além do monitoramento, será implantada também uma unidade piloto de produção de bioquerosene no centro de bioenergia do CETENE, onde uma turbina de bancada permitirá um maior número de testes para medir a eficiência do biocombustível, consumo e simulação das condições quando utilizado em aeronaves, acrescenta. Pesquisas apontam que o uso do bioquerosene pode reduzir em até 82% a emissão de dióxido de carbono em comparação ao querosene de origem fóssil.

Fonte: www.melhorcelula

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *