Asas e Flaps

Como o desenvolvimento da aviação civil contribuiu para o incremento da economia do Reino Unido.

A história dos transportes aéreos do Reino Unido é uma história de sucesso, que ajudou e continua ajudando de forma importante a economia britânica. Veja como.

A380_BAW_arrival

Aviação civil britânica: pioneira

A indústria da aviação britânica continua hoje ocupando um lugar no pódio entre as nações, o que é impressionante sabendo do desenvolvimento de países bem maiores e com mais recursos que o Reino Unido nesse século XXI. Os ingleses beneficiam de uma boa herança nesse setor, e apesar de os aficionados da aviação recordarem melhor os feitos da aviação militar inglesa

Banner Batalha Ingaterra

O Hawker Hurricane foi um dos mais famosos aviões de caça britânicos da II Guerra Mundial. Projetado em 1934, por Sidney Camm, foi o primeiro caça monoplano da Royal Air Force (RAF) e também o primeiro que podia atingir velocidade superior a 480 km/h (ou 300 ml/h).

Batalha da Inglaterra coube aos 32 esquadrões de Hurricane disponíveis, que tinham a incumbência de atacar os bombardeiros alemães, deixando aos Spitfire, mais ágeis e mais velozes, a tarefa de enfrentar os aviões de caça nazistas.

No total, foram produzidos 14.533 Hurricane, nas versões Mk.I (1937), Mk.lI (1943), que se distinguiram em todas as frentes, inclusive como aviões de ataque ao solo.

durante a Segunda Guerra Mundial, a aviação civil não foi menos importante. Basta lembrar que o primeiro avião comercial a jato foi o De Havilland DH 106 Comet, da montadora Havilland, lançado em 1952,

dh1064c_danair_g-bdiw_kp

. Além disso, o Airbus A300 foi o primeiro avião de fuselagem larga com dois motores, lançado em 1972; a qualidade do projeto original fez com que tivesse várias atualizações e sua produção só tenha parado em 2007. A aviação civil inglesa foi ainda pioneira com o primeiro avião comercial com sistema fly-by-wire, o Airbus A320 (que lançou polêmica à data de seu lançamento, em 1987), e também o maior avião comercial da História, o Airbus A380, começando ao serviço em 2007.

760x220-photo-airbus_320_200_large

Impacto na economia

A aviação civil permitiu, dessa forma, criar dezenas de milhares de empregos no Reino Unido que ajudaram de forma decisiva a economia desse país, e ajudou até a manter a auto-estima nacional num tempo em que o Império Britânico estava se tornando uma memória do passado. A indústria mantém projetos importantes, como a produção do Airbus A380 e dos sistemas de combustível e asas do A320, A330 e outros modelos Airbus. Na Irlanda do Norte se produzem também peças para os modelos de jatos regionais e “business” da Bombardier, principalmente nos modelos Learjet 40 e 45.

learjet_60_interior_2_big

Mas as possibilidades da indústria tiveram outros efeitos indiretos na economia. Ao mesmo tempo, se desenvolvia a indústria turística, com mais pessoas querendo visitar mais países e com possibilidade de investir nessa forma de lazer. Já nos anos 1950, a BOAC (British Overseas Airways Corporation, antepassada da British Airways) anunciava

BOAC

num famoso poster, viagens para a América do Sul, com o Carnaval do Rio como tema principal. No sentido contrário, foram milhares os visitantes que chegaram de todo o império britânico e de todo o mundo para a coroação da Rainha Isabel II, algo impensável poucos anos antes. E em 1970, a British European Airways respondeu a essa necessidade criando a BEA Airtours, uma companhia de charters dedicada ao turismo.

O futuro

Os transportes aéreos britânicos continuam bem dinâmicos. Um dos projetos mais interessantes é o do sucessor do Concorde, o SonicStar, que será o regresso da aviação comercial supersônica. O planejamento prevê que o SonicStar possa bater os recordes de seu antecessor, chegando a Mach 3,6 (cerca de 4.400 km/h), o que seria duas vezes a velocidade do Concorde, e com um motor mais econômico. O Hypermach SonicStar (seu nome completo) deverá ter entre 10 e 20 lugares (para clientes super VIP) e deverá ser lançado em 2021. O sucesso desse projeto significará que o Reino Unido continuará ocupando um lugar importante na aviação civil mundial.

SonicStar-supersonic-business-jet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *