Banca do Anime

Devir anuncia os mangás A Distant Neighborhood e Marcha para a morte

Na palestra que aconteceu a noite na Virada Nerd em São Paulo  a Devir anunciou 2 novos títulos o mangá A Distant Neighborhood, de Jiro Taniguchi.

Também conhecido como Um bairro distante, a obra é um volume único de cerca de 400 páginas e virá pelo selo Tsuru, mesmo de O homem que passeia e Uzumaki. O mangá tem previsão de ser lançado em 2019, porém sem data ainda.

História

Quem nunca pensou em reviver o passado para corrigir erros ou mudar algumas decisões cruciais? Isso mudaria para melhor a sua vida  ou daqueles que estão ao seu redor? Ou as conseqüências de seus novos atos acabariam sendo ainda piores? Agora um homem tem a oportunidade de descobrir isso. Hiroshi Nakahara está voltando à sua casa depois de uma viagem de negócios, quando ele percebe que, por engano, ele tomou um trem para sua cidade natal. Seus passos o levam inconscientemente ao túmulo de sua mãe e, de repente, ele é catapultado para sua infância, com todas as suas memórias e conhecimentos adultos intactos. Enquanto ele se esforça para encontrar um significado para o que aconteceu, as memórias sobre sua infância o dominam e ele começa a fazer perguntas… Seu pai desaparecerá sem dar nenhuma explicação? Ele vai casar com sua esposa novamente?

Também junto com esse título foi divulgado a publicação do  mangá Marcha para a morte, de Shigeru Mizuki, deve ser lançado em dezembro.

Obra é um volume único pertence ambém ao selo Tsuru. Esse é o segundo mangá de Shigeru Mizuki a ser publicado no país, o primeiro deles foi Nonnonba, também pela editora Devir.

História

No final da II Grande Guerra, é ordenado aos soldados de uma companhia da infantaria japonesa que morram em honra do seu país ou serão executados no regresso da batalha. “Marcha para a Morte!”, baseado em factos reais e na experiência do autor enquanto soldado, relata as consequências devastadoras deste acontecimento para a moral dos soldados. A narrativa poderosa e pungente traduz de forma compassiva as circunstâncias difíceis e caóticas, numa declaração de Mizuki contra a futilidade da guerra e a estupidez da mentalidade militar.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezesseis =