Beleza e Saúde

Amor por jóias não é para qualquer um

Suzane Farias corte
Cearense Suzane Farias (FOTO), de uma família tradicional de juristas, fala do sucesso e dos desafios que enfrentou para se tornar designer de jóias.

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – O design de jóias cearense ganhou destaque imenso em 2009. A que você credita esse sucesso?
SUZANE FARIAS – O design, de um modo geral, está bem valorizado. As pessoas buscam coisas diferenciadas, exclusivas, que ofereçam algo a mais, além dos materiais utilizados nas peças. Buscam conceito.

RFP – Como você decidiu mudar de vida, trocar uma carreira promissora na advocacia e se dedicar ao mundo das jóias? Foi difícil, já que você pertence a uma família tradicional de juristas?
SF – Não foi fácil, porque assumi uma carga de responsabilidade muito grande perante um mercado até então desconhecido. Tive de consolidar meu nome, minha marca e vencer o preconceito de muitos cearenses em não valorizar o que é nosso. Assumi o risco de não ter sucesso. O meu amor pelo design de jóias me fez vencer todas as dificuldades. Adoro o que faço!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =