Beleza e Saúde

Próteses mamárias: auto-estima nas alturas!!!

 

FOTO: Cirurgião plástico Glauco Almeida dá dicas de próteses de silicone

Nas últimas décadas, milhões de mulheres foram submetidas à inclusão de próteses mamárias. O procedimento se modernizou e os refinamentos na técnica cirúrgica turbinou o procedimento que se popularizou. “Colocar silicone nos seios pode melhorar a auto-estima e enaltecer aspectos relacionados à feminilidade das pacientes”, diz o cirurgião plástico Glauco Almeida, que indica o método ás pacientes incomodadas pelo tamanho reduzido das suas mamas, cuja perda de peso e/ou a gravidez alterou a forma e tamanho das mamas, ou aquelas portadoras de assimetrias (uma mama de tamanho maior ou menos do que a outra). 

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – Como escolher o tamanho da prótese de silicone?

GLAUCO ALMEIDA – A cuidadosa análise da largura do tórax e projeção, tamanhos e quantidade de pele nas mamas são fundamentais no planejamento cirúrgico e determinará a escolha da prótese. Considerando a enorme variação das mamas existente na população, percebemos que um determinado tipo e tamanho de implante não devem ser indicados para todas as pacientes. Além das características físicas da paciente, o seu desejo pessoal de quanto aumentar é muito importante.

 RFP – É verdade que existe necessidade de substituição regular das próteses?

GA – A tecnologia na fabricação das próteses mamárias evoluiu muito, a ponto de algumas empresas que comercializam as próteses fornecerem garantia vitalícia contra ruptura do implante. Até poucos anos alguns fabricantes recomendavam a substituição a cada 10 a 15 anos, porém, muitas mulheres mantêm ótimos resultados por períodos mais prolongados. O acompanhamento regular com seu médico vai verificar se existe necessidade de troca dos implantes.

 RFP – A presença de próteses de mama atrapalha a mamografia ?

GA – Após a cirurgia, as mamografias deverão ser realizadas por um radiologista acostumado a realizar este exame em mulheres portadoras de implantes mamários. Será utilizada uma técnica adaptada a presença da prótese. É importante que você informe-o sobre a presença dos implantes na hora do exame.

 RFP – O silicone pode vazar e se espalhar pelo organismo?

GA – Não. Utilizamos próteses de gel de silicone coesivo. Este material confere naturalidade ao resultado final por ter consistência parecida com o tecido mamário e não se espalha, mesmo com ruptura da prótese. As superfícies texturizadas ou de poliuretano são as que oferecem os melhores resultados em longo prazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + onze =