Beleza e Saúde

Grávida após os 40 anos


FOTO KLÉBER A. GONÇALVES
O médico André Luiz (FOTO), da Fertvida, fala um pouco da fertilização e diz que a chance de sucesso de fertilização depende da idade da mulher, ou da qualidade dos embriões. No caso da cantora canadense, Céline Dion, a fertilização dependeu da qualidade dos embriões. Aos 42 anos, Céline está grávida, há 14 semanas, de gêmos, resultado da sexta tentativa de fertilização in-vitro.

FOTO: Celine Dion grávida e feliz os 42 anos

ROBERTA FONTELLES PHIMOMENO – Qual a diferença de fertilização in vivo e in vitro?
André Luiz – A fertilização In Vivo, é a natural, em que os espermatozóides percorrem o útero e as tromas, e se encontram com o óvulo, que permite a entrada de apenas um espermatozóide. Já a In Vitro é quando, em laboratório, imitamos a natureza, ou seja, retiramos os óvulos que serão fecundados em laboratório, de uma forma mais convencional, deixando-os juntos com os espermatozóides para que eles mesmo escolham o óvulo que irão fertilizar.

RFP – Só existem esses procedimentos?
AL – Não. Existem as técnicas mais modernas: Icsi, que é a injeção de um espermatozóide dentro de cada óvulo, seleção feita pela embriologista através de um microscópio invertido, de alta resolução, que aumenta em 400x o tamanho do espermatozóide; e Super-Icsi, que no caso, a embriologista consegue visualiza alterações internas no espermatozóide que antes não eram possíveis, com uma moderna lente do microscópio que aumenta em 8 mil vezes o tamanho do espermatozóide.

RFP – Quais as principais causas da infertilidade feminina?
AL – A endometríose, os ovários policísticos e alterações tubárias (incluindo as laqueaduras de trompa).

RFP – Tomar anticoncepcional por muito tempo pode deixar a mulher infértil?
AL – As doses de anticoncepcionais mais atuais são muito baixas, fazendo que a fertilidade tenda a retornar rapidamente. Já no próximo ciclo sem pílula, a mulher pode estar ovulando novamente.

RFP – Há alguma maneira de reverter a infertilidade antes de decidir pelo uso de técnicas de fertilização?
AL – Em alguns casos sim, como de Laqueadura, Vasectomia, Varicocele, Endometriose Leve e Ovários Policísticos, sem nenhuma outra alteração, mas a escolha pela tentativa de reversão do quadro para se tentar uma gravidez natural, ou uma técnica mais simples, dependerá muito do tempo da infertilidade, dos fatores associados e da idade da mulher.

RFP – Quais as chances de sucesso em cada método de fertilização?
AL – Depende muito dos fatores envolvidos, como a idade da mulher, principalmente da qualidade dos embriões, do qual o casal terá, no final do processo para serem transferidos, podendo chegar até 60% de chances de engravidar por tentativa.

RFP – Existe algum risco para a mulher nesses procedimentos?
AL – Os riscos são mínimos. Somente as mulheres jovens com ovários micropolicísticos têm um risco maior de desenvolver a síndrome da hiperestimulação ovariano, porém, o especialista sabendo dessa situação, tomará precauções para que isso não ocorra. Existe também o risco de gravidez múltipla, é então por isso que estamos transferindo cada vez mais, menos embriões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *