Beleza e Saúde

Sorriso perfeito com Restauração Estética

Dentista Tatiana Pacheco (FOTO) fala da restauração estética e dos avanços da Odontologia que  permite que a correção dos problemas bucais seja feita de forma a trazer de volta o aspecto natural dos dentes. Resultado é um sorriso perfeito.

 ROBERTA FONTELES PHILOMENO – Em que consiste uma restauração estética?

TATIANA PACHECO – A restauração estética consiste em reparar o dano sofrido pela estrutura dental, seja ela por cárie, fratura, desgaste… com materiais que possuem características tão semelhantes quanto às do dente. A restauração estética é praticamente imperceptível ao olho humano. O procedimento se diferencia das restaurações convencionais por ter a capacidade de devolver ao dente o seu aspecto natural.

 RFP – Quais os materiais utilizados na troca de uma restauração metálica por uma estética?

TP – Essa escolha depende do tamanho da restauração que será trocada. Comumente, os materiais usados são a resina ou a porcelana. Se a cavidade for pequena, a restauração poderá ser de resina composta fotopolimerizável, realizada em sessão única. Se a cavidade for extensa ou se o elemento dental estiver fragilizado é recomendada a confecção de uma restauração indireta, que pode ser de resina composta indireta ou de porcelana, estas realizadas através de etapas clínicas e laboratoriais.

 RFP – As manchas nos dentes, causadas pelas restaurações de amálgama (materiais prateados) podem ser corrigidas com a troca?

TP – A troca da restauração melhora consideravelmente a aparência do dente e pode sim devolver a cor original do mesmo, porém, em alguns casos, para ter solução estética total, é preciso desgastar a estrutura dental manchada e substituí-la por um material da mesma cor dos demais dentes.

 RFP – Uma restauração de material na cor do dente tem a mesma durabilidade que uma restauração “antiga”, de amálgama?

TP – Com o avanço das técnicas adesivas, as restaurações estéticas têm garantido retenção adequada à estrutura dental. Além de garantir a diminuição de microinfiltração na restauração, o que impede a entrada de microorganismos e fluidos salivares que poderiam comprometer sua qualidade. Dessa forma, a durabilidade delas tem sido considerada igual ou até mesmo superior às restaurações “antigas”.

 RFP – Como é feita a manutenção das restaurações estéticas?

TP- É preciso, acima de tudo, manter a saúde bucal através de uma correta higienização diária: escovação após as refeições e uso de fio dental, pelo menos uma vez ao dia. Profilaxias (limpeza) dentais semestrais ou até anuais devem ser programadas e, durante essas consultas de prevenção, a restauração é criteriosamente reavaliada e caso alguma mancha ou fratura tenha acontecido em decorrência do tempo, um pequeno reparo pode ser realizado sem prejuízo algum à restauração. Maus hábitos como quebrar patinha de caranguejo no dente e abrir garrafas com os dentes devem ser abolidos pelo paciente.

 RFP – Qual a restauração estética mais atualizada e a melhor recomendada?

TP – Existem atualmente no mercado odontológico resinas com tecnologias de nanopartículas que conferem à restauração resistência, lisura superficial e que reproduzem, com riqueza de detalhes, o policromatismo dental. A recomendação do material depende da técnica que será realizada, sendo a melhor escolha aquela que além de corrigir o problema bucal, proporcione também uma grande satisfação e sensação de bem-estar ao paciente.

SERVIÇO

Dra. Tatiana Pacheco Felismino – Cirurgiã-Dentista

Pátio Dom Luís – Torre 2 – Aldeota

Rua Marcos Macedo, 1333, sala 519

Tel.: (85) 3065.0586 – 8787.5098

Nenhum comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *