Beleza e Saúde

… E por falar em maquiagem, saiba quando surgiu o batom

E por falar em maquiagem, a fisioterapeuta dermato-funcional Monaliza Cavalcante, nos conta curiosidades sobre o item indispensável da minha e da nécessaire de toda mulher. Os batons são utilizados desde o tempo dos sumérios, no ano 7000 a.C. A prática já virou tradição, foi passada de geração a geração, dos egípcios aos assírios, depois aos babilônios, aos persas e aos gregos, aos romanos até as civilizações modernas. O batom mais moderno foi introduzido por volta dos 20’s, no formato que usamos atualmente, o de “girar para cima”. A formulação de batons são misturas de ceras, óleos e pigmentos em concentração variável para produzir as características do produto final.
Por exemplo, um batom elaborado para permanecer nos lábios por um período de tempo prolongado é composto por altas concentrações de cera, baixas de óleo e alta de pigmento. Por outro lado, um produto elaborado para dar uma sensação suave e cremosa nos lábios é composto por baixo conteúdo de cera e altas concentrações de óleo.
Geralmente, os batons contêm uma combinação das ceras de abelha branca, candelilla, carnaúba, ozoquerita, lanolina, ceresina e ceras sintéticas, selecionadas e misturadas para dar o ponto de fusão desejado. São então selecionados os óleos, como o óleo de rícino, o óleo mineral branco, o óleo de lanolina, os óleos vegetais hidrogenados ou o oleil álcool, para formar uma película adequada para a aplicação aos lábios. Os óleos também são necessários para dispersão dos pigmentos. São usados vários tipos de pigmentos do batom e é nessa etapa que entram os metais, como chumbo e o alumínio.
A coloração que não sai facilmente dos lábios, é obtida pelo uso de bromoácidos, consistindo corantes hidrossolúveis e em fluoresceína. Ou corantes insolúveis ou “laqueados” (impregnados) num substrato metálico, por exemplo, o alumínio ou chumbo. Mas a quantidade utilizada é minima e muitas vezes só o suficiente para conseguir dissolver esses pigmentos no restante dos compostos da formulação.

BATOM VERMELHO TÁ EM ALTA!
Todo tom de pele combina com batom vermelho. De acordo com seu tom, escolha o batom que mais faz seu gosto e curta a tendência!


Para peles branquinhas: Vermelhos nos tons cereja, coral ficam perfeitos! Vale a pena o Rouge Volupté Perle, da YSL


Para peles branquinhas rosadas: Ideal vermelhos ameixa, coral, cereja e alaranjado.


Para peles morenas claras: Ideal batons vermelhos vivos, como corais, laranjas, ou cor de sangue.


Para peles morenas escuras: Vermelhos como vinho, marrom, cereja, vermelho bordado, caem bem com esse tom de pele.


Para peles negras: Vermelhos fechados, como telha, amora, vinho, bordô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *