Beleza e Saúde

Previna doenças tratando refluxo

Otorrinolaringologista Magno Peixoto, um dos caps da Otos Plasticlinic, fala sobre as doenças que podem ser impedidas de acontecer, tratando o refluxo, tema de sua palestra “Doença do refluxo – três visões de um mesmo problema – gastroenterologia, pneumologia e otorrinolaringologia”. Com base no Consenso Brasileiro da Doença do Refluxo Gastresofágico, o refluxo pode ser definido como uma afecção crônica decorrente do fluxo retrógado do conteúdo gastroduodenal para o esôfago e órgãos adjacentes a ele. “A doença é ocasionada por diversos fatores que comprometem os mecanismos de defesa naturais do organismo para controlar o escape, a partir do estômago, de substâncias, em geral, ácidas”, afirma Magno. Fatores comportamentais também são importantes, podendo agir como agravantes, como sobrepeso; alguns alimentos, como gorduras, frituras, refrigerantes, café, chocolate, álcool, farináceos, alimentos muito condimentados, gaseificados, mentolados); maus hábitos (comer juntamente de líquidos, comer e deitar logo em seguida, longos períodos de jejum, dentre outros). “É importante notar que vários desses elementos decorrem e caracterizam o estilo de vida adotado por muitas pessoas nos modernos centros urbanos: estresse, fast food, sedentarismo, refrigerantes, petiscos, horários de refeição irregulares, excesso de bebidas alcoólicas e tabagismo”, relata o otorrino.
O paciente que trata o refluxo trata também os problemas de azia, queimação, regurgitação, dor epigástrica (na boca do estômago) e a sensação de empachamento, além de doenças como laringites, faringites, rinites, sinusites, otites, ronco, apnéia, bronquites e asma. “Porém o paciente pode apresentar um quadro caracterizado por manifestações ditas atípicas, conseqüências da ação do refluxo em órgãos adjacentes, assim, podemos encontrar queixas como tosse crônica, pigarro, sensação de bolo na garganta, rouquidão, dores de garganta, sensação de acúmulo de secreção na garganta, crises de falta de ar e até mau hálito”, diz. Inf.: (85) 3457-8288

Nenhum comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − três =