Beleza e Saúde

Entrevista com presente da Fenim, Júlio Viana!!!

fenim-verao-2013-julio-viana-edson-pelence-650-330-102

O presidente da Fenim, uma das maiores feiras da indústria da moda, no Brasil, faz o balanço dos quatro dias de evento aqui, em Gramado (RS), que neste ano comemora 18 anos de criação. Júlio fala ainda das expectativas da edição Fenim Nordeste 2014 que vai acontecer no próximo mês de maio, entre os dias 27 a 29, no Centro de Eventos do Ceará.

ROBERTA FONTELLES – Em um mercado tão competitivo, como a Fenim agrega valor às marcas que participam da feira?
JÚLIO VIANA – Não existem mistérios, temos de unir as pontas que fazem de qualquer feira um sucesso: uma ótima infraestrutura, expositores de qualidade e os lojistas que movimentam dão sentido ás feiras, são os compradores. Para o expositor é a oportunidade de si mostrar para o maior número de clientes possíveis em um espaço curto de tempo. A marca ganha muita visibilidade, valor e espaço na Mídia, que sempre está com a gente.
RFP – Qual o balanço que o senhor faz da Fenim Gramado, que termina hoje?
JV – Só não foi melhor porque o calor não deixou. Tirando o calor, o saldo foi positivo. Tivemos mais de 2.400 marcas participantes e um volume em negócios que gerou mais de R$ 800 milhões, em quatro dias. É uma feira forte, temos a tradição de 18 anos de estrada, expositores e lojistas fiéis que me acompanham para onde eu for!!!
RFP E a Fenim Nordeste que vai para a sua segunda edição neste ano, em Fortaleza (CE), quais são as expectativas?
JV – Esperamos elevar o número de visitantes, de lojistas, porque o espaço de expositores do Sul e Sudeste é um dos maiores do Brasil. Para você ter uma idéia, fica atrás apenas do salão Fenim, em São Paulo, uma vitória. Mas sei que temos muito o que crescer no número de visitantes e também de expositores do próprio Norte-Nordeste. A região é emergente, temos muito o que trabalhar, cada ano vamos conquistar mais e mais espaço. Temos de envolver Governo do Estado, Sebrae CE, Câmaras de Dirigentes Lojistas, enfim: toda a cadeia produtiva de uma dos maiores setores de geração de emprego e renda que é a moda.
RFP –Quantos expositores do Sul e Sudeste já confirmaram presença na Fenim Nordeste?
JV – Cerca de 100 a 150 expositores de roupas, aviamentos e insumos de moda. São empresas sérias, de muita credibilidade que me acompanham há muitos anos. Muitos cearenses já são consumidores dessas marcas.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *