Beleza e Saúde

Especial barriga perfeita. Cirurgiões plásticos Cido Carvalho e Harley Cavalcante esclarecem tudo!!!

1 – Estamos no mês das mães e um dos procedimentos queridinhos das mulheres que já tiveram filhos e desejam fazer uma recauchutagem na silhueta é a abdominoplastia. Por isso, um verdadeiro especial sobre esta cirurgia que é perfeita pós gravidez e também depois de um processo de emagrecimento. Porque vamos combinar, nem todas nós temos a sorte da atriz Giovanna Antonelli (FOTO) que desfila por aí abdômen enxuto, mesmo após dar a luz a três filhos (Pietro, Sofia e Antônia), sem vestígios de cirurgia plástica. A atriz é sócia da cirurgiã plástica Camila Moreira, na Giolaser Clínica de Depilação, Laser e Estética.

Atriz Giovanna Antonelli (FOTO) que desfila por aí abdômen enxuto, mesmo após dar a luz a três filhos (Pietro, Sofia e Antônia), sem vestígios de cirurgia plástica.

Atriz Giovanna Antonelli (FOTO) que desfila por aí abdômen enxuto, mesmo após dar a luz a três filhos (Pietro, Sofia e Antônia), sem vestígios de cirurgia plástica.

 

2 – O cirurgião plástico Cido Carvalho (CRM 3369-RQE 1199) diz que o procedimento é recomendado para as mulheres que já tiveram filhos, pois devido ao aumento intra-abdominal para o acolhimento do embrião, ocorre o afastamento dos músculos retos abdominais (tanquinho). “Há a separação das massas musculares do lado esquerdo e direito. Com isso, podem surgir fragilidades nos músculos da barriga, impossibilitando a contensão das vísceras. Essas alterações internas podem avolumar a barriga”.
3 – A gravidez além de distender a pele e os músculos abdominais (diástese dos músculos retos abdominais), pode favorecer o acúmulo de gordura intra-abdominal e gordura localizada, o resultado é a ausência de cintura. “Quando costuramos os músculos é tipo reforçar uma porta, é conter o volume interno da barriga”. Para o resultado da cirurgia ficar melhor ainda, Cido Carvalho aconselha que a mulher deve fazer dieta e praticar exercícios físicos para queimar a gordura intra-abdominal a qual o cirurgião plástico não tem acesso.
4 – E não se iluda, cirurgia plástica deixa cicatriz e na abdominoplastia não é diferente. “A cicatriz varia de acordo com a quantidade e localização do excesso de tecidos a ser removido”, analisa o cirurgião plástico Harley Cavalcante (CRM 6229-RQE 2904), da Clínica Juvenesse Ciência e Arte. É uma linha arqueada localizada na região pubiana, elevando-se em direção lateral, aos ossos da crista ilíaca. “Apesar de extensa, a cicatriz pode, com o decorrer do tempo, tornar-se delicada e pouco perceptível, escondida debaixo da roupa íntima ou do traje de banho”, ressalta Harley Cavalcante.
5 – Cirurgião plástico Harley Cavalcante diz que o corte é feito no formato levemente arqueado, no tamanho adequado para levantar a pele e retirar a gordura. A associação com a lipoaspiração de outras regiões próximas. Depois, os músculos reto-abdominais (tanquinho) são costurados e então a pele é estica até a cicatriz, costurando-a. “Em seguida, realizamos a tração da pele e a retiramos o excesso. Na sequência, acertamos a posição do umbigo (previamente isolado) na musculatura e na pele do abdômen, finalizando a etapa principal da cirurgia.. Seguimos com o fechamento da cicatriz e a possível colocação de drenos de segurança, que são retirados em até cinco dias”, explica.

 

Após dar a luz aos filhos Pedro e Antônio, atriz Juliana Paes conseguiu manter uma barriga invejável, com cinturinha fina, sem gordura localizada

Após dar a luz aos filhos Pedro e Antônio, atriz Juliana Paes conseguiu manter uma barriga invejável, com cinturinha fina, sem gordura localizada

6 – Os cirurgiões afirmam que o procedimento dura em média 3h, sob anestesia peridural com sedação ou anestesia geral, dependendo da equipe cirúrgico-anestésica. “Quando se faz uma lipoaspiração em conjunto a cirurgia pode demorar mais. Não requer muito tempo de internamento hospitalar, dois dias já são o suficiente”. Geralmente, a operação não apresenta um pós-operatório doloroso, “mas nas primeiras semanas o paciente deve evitar esforços físicos e exposição ao sol. “Aconselho andar levemente encurvada e dormir com a cabeceira da cama elevada. Drenagem linfática e radiofrequência no pós-operatório dão um upgrade no resultado”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dezoito =