Beleza e Saúde

DE OLHO NA VITAMINA D, ESSENCIAL À SAÚDE

Tomar sol diariamente e ingerir alimentos ricos em vitamina D são fundamentais à saúde

2206CS2501

Adoro Instagram e em um dia de domingo bem ensolarado, estava lá olhando as postagens dos amigos e dei de cara com uma foto do estilista Lino Villaventura, cada vez mais lindo e sarado, diga-se de passagem, em #selfies de tirar o fôlego, praticando atividade física ao ar livre e a seguinte legenda: “Domingo é dia de sol e vitamina D”. Fiquei com o tema na cabeça. Aí, resolvi pesquisar mais sobre a vitamina. Descobri que a substância tem o poder de controlar o peso corporal (vale muito para quem deseja ficar em dia com o espelho), afastar o risco de tumores e combater a pressão arterial elevada. É essencial no tratamento da osteoporose, pois auxiliar na absorção de cálcio pelo corpo, um nutriente fundamental para a saúde dos ossos. Pesquisas recentes sugerem ainda que a vitamina D ajuda e muito no combate às doenças autoimunes, infecções e até câncer.

2206CS2502

Lino Villaventura pratica atividade ao sol para a síntese da vitamina D

Fisiologicamente, a vitamina D atua assim, como se fosse um hormônio que regula a concentração de cálcio e fósforo no sangue, com absorção ou não desses minerais pelo intestino delgado e deposição posterior do cálcio nos ossos. Age também na secreção de insulina e por isso sua deficiência levaria à intolerância à glicose, sugerem alguns pesquisadores.

A médica Marise Lazaretti Castro, chefe do setor de doenças metabólicas da Unifesp, de SP, e membro da diretoria da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), diz que precisamos pegar sol diariamente, antes das 10h a depois das 16h, por cerca de 20 min, sem protetor solar para a síntese de vitamina D. Fisiologicamente é o seguinte: os raios ultravioletas são absorvidos pela pele e se juntam ao colesterol e se transformam num precursor da vitamina D. Horas depois o fígado e os rins o convertem em vitamina D. “Mesmo em um país tropical e ensolarado como o Brasil, por causa da prevenção contra o câncer de pele, as pessoas se esquecem de pegar sol diariamente e algumas tem receio de não usar o bloqueador solar”, observa.

Embora a exposição ao sol seja considerada a principal fonte da vitamina, nem todo mundo tem tempo, todos os dias, para se expor. Assim, uma das maneiras de conseguir a quantidade necessária da vitamina é a alimentação. “O consumo de dois filés de peixes gordurosos de água fria como bacalhau, salmão e atum por dia supriria boa parte da demanda”, comenta a especialista. Outras fontes são: fígado, gema de ovos, leite, sardinha, óleo de fígado de peixe, cogumelo, ovos e alguns cereais fortificados com a vitamina.

A ingestão diária recomendada de vitamina D varia de acordo com a idade, fatores climáticos e grau de exposição solar, sem o uso de protetor solar. De acordo com a médica, geralmente, um adulto precisa consumir de 400 a 2000 unidades, por dia. Os idosos, em geral, devem consumir de 1000 a 2000 unidades, por dia. “Mas, em média, o brasileiro, consome apenas de 80 a 100 unidades diárias… Sendo assim, recorremos à ingestão da substância em sua forma pura. Uma solução para a corrida e desregrada vida moderna”, explica. A carência da substância em adultos pode resultar em eventuais dores, cansaço ou falta de equilíbrio. As crianças podem desenvolver raquitismo (fraqueza e perda óssea) e nos idosos a osteoporose.

A suplementação de vitamina D traz diferentes benefícios em cada fase da vida, mas não é a solução para todos os males. Os bebês prematuros, crianças e idosos precisam de atenção especial, “pois são ainda mais propensos a menos tempo de exposição ao sol”. Nos idosos, a vitamina D evita fratura nos ossos. Nas crianças, ela garante a fixação de cálcio nos ossos e nos dentes. “Vale lembrar que a ingestão excessiva também pode ser prejudicial à saúde, só um exame de sangue (com dosagem de vitamina D) e a indicação de um médico garantem o tratamento adequado”, lembra a médica.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 10 =