Beleza e Saúde

CIRURGIAS ESTÉTICAS DA MAMA COM DR. RÉGIS PINHEIRO

2405CS2501

Colocação de próteses de silicone é uma das mamoplastias mais procuradas pelas noivas. Vestido estilista Fernando Peixoto, para Unique Maison

1 – A mamoplastia ou mastoplastia é o nome dado para a cirurgia plástica das mamas. Esse tipo de cirurgia se encontra entre as mais realizada por cirurgiões plásticos no Brasil, que ocupa o primeiro lugar no ranking dos países onde se mais realiza cirurgias plásticas no mundo.A cirurgia pode ser indicada para redução mamária, correção de ptose (queda das mamas) ou para aumento com utilização de próteses de silicone”, esclarece o cirurgião plástico Régis Pinheiro (CRM 9704 / RQE 6471).

2405CS2502

Seios com volume e definidos realçam o colo e valorizam o decote do vestido de noiva. Vestido Unique Maison

2405CS2504

2 – Entre os tipos de indicação da mamoplastia, o aumento das mamas é o mais procurado, principalmente entre as noivas que desejam um colo bem definido e cheio para realçar o vestido do casamento. Existe um modismo internacional por seios maiores, aliado à melhor qualidade e segurança das próteses e ao pequeno tamanho das cicatrizes resultantes”, conta Régis Pinheiro.

3 – O momento certo para a realização das cirurgias estéticas da mama é a partir do completo desenvolvimento dos seios. “Muitas vezes, a partir dos 15 anos de idade já é possível operar as adolescentes, visto que o desenvolvimento completo dos seios se dá geralmente depois de dois a três anos da primeira menstruação”, explica. Nas noivas, o ideal é que a cirurgia seja feita seis meses antes da data do casamento. “Em relação ao período de lactação, recomendamos a mulher aguardar pelo menos seis meses após a criança deixar de mamar para programar a cirurgia”, orienta.

4 – Tanto a redução quanto o aumento das mamas normalmente preservam todas as suas funções. A capacidade para amamentar e a sensibilidade geralmente são mantidas dependendo da técnica utilizada. Nos casos em que se perde a sensibilidade, normalmente aos poucos retorna ao normal. “Já nos casos em que realizamos ablação da glândula mamária para tratamento de uma doença benigna ou maligna, ou ainda, em grandes ressecções (chamadas gigantomastias), a função de lactação, evidentemente, pode ser comprometida”, avisa.

5 – Em relação às próteses de silicone, elas não apresentam riscos à saúde da mulher. “Têm a forma gelatinosa e coesiva, sendo um produto inerte e com alta segurança, já que, havendo ruptura traumática da prótese, o gel de silicone não dispersa e não impregna os tecidos”. Também não há relação com câncer de mama. “O que pode ocorrer é uma certa dificuldade na identificação de uma lesão mamária inicial, mas com o controle através da mamografia periódica e o desenvolvimento de técnicas mais avançadas de diagnostico, esses problemas são contornados”.

6 – No momento da escolha do volume da prótese, a opinião do cirurgião é extremamente importante, pela sua vivência, mas a decisão final cabe à paciente. “Durante a cirurgia, testamos os tamanhos das mamas com os moldes e escolhemos o mais harmônico em relação à estrutura corporal da paciente”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *