Beleza e Saúde

UP NAS MAMAS COM O DR. VALDERI VIEIRA

 

2009CS2501

Aperfeiçoamento das técnicas, pós-operatório tranquilo e cicatrizes discretas aumentaram a procura pela cirurgia de levantamento mamário com próteses de silicone

 

 

A cirurgia de levantamento mamário com a inclusão de próteses de silicone já foi um grande enigma para a cirurgia plástica. “Antigamente, era realizada em dois tempos, sendo o primeiro a inclusão da prótese de silicone e um segundo tempo, a retirada de pele para subir as mamas”, explica o cirurgião plástico Valderi Vieira (CRM 8688 / RQE 4045), da clínica Stetic Class.

Só que com a maior participação da mulher no mercado de trabalho, o tempo dedicado ao pós-operatório (período de repouso após a cirurgia) reduziu, exigindo mais habilidade dos cirurgiões que passaram a realizar as duas técnicas conjuntamente. “Solucionando o problema da mama caída e pequena ou de pouco volume em uma única cirurgia”, conta o cirurgião.

 

2009CS2502

Cicatrizes cada vez mais discretas

 

O aperfeiçoamento das técnicas, pós-operatório tranquilo e cicatrizes discretas, “cada vez menores”, fizeram com que cirurgia de levantamento mamário, com retirada do excesso de pele e inclusão de próteses de silicone se tornasse cada vez mais popular. “Hoje, é possível levantar as mamas apenas com a cicatriz periareolar, ou seja, aquela que resulta ao redor das aréolas”, explica Valderi Vieira.

2009CS2503

Cirurgião plástico Valderi Vieira

 

Após a completa cicatrização, a paciente ainda pode utilizar de técnicas de micropigmentação paramédica para colorir o traço cirúrgico da cor total da aréola. “Isso se houver necessidade, pois a cicatriz tende a ficar fininha e bem discreta”, avisa.

A cirurgia é realizada com anestesia local e sedação. “Dependendo do estado clínico, a paciente pode ir para casa no mesmo dia”. Os cuidados pós-operatórios são: repouso total por 15 dias e uso de sutiã pós-cirúrgico. “Dormir por 30 dias na posição de decúbito dorsal (peito para cima), dentre outros cuidados variam de paciente para paciente”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − dois =