Beleza e Saúde

Entrevista exclusiva com Wanderley Nunes, um dos 10 cabeleireiros mais importantes do mundo

740 1

 

2609bu0202

Wanderley Nunes fazendo mechas , no Espaço Beleza

 

Paranaense, com 35 anos de profissão, considerado um dos 10 cabeleireiros mais influentes do mundo, com o prêmio World’s Top Ten Hairdressers, na Alemanha, e o primeiro brasileiro certificado pela Alexandre de Paris, Wanderley Nunes desembarcou em Fortaleza e causou o maior buxixo, no salão Espaço Beleza, de Aline Aguiar. Agenda lotadíssima durante dois dias, quando atendeu clientes para mechas e corte de cabelo.

 

Pela cadeira de Wanderley, no Studio W, shopping Iguatemi SP, já passaram Gisele Bündchen,  Bono Voz, Paris Hill, dente outras celebridades. Mas o sucesso nunca lhe subiu à cabeça. “É resultado do meu trabalho e persistência”, diz ele, entre novos amigos, em jantar no restô Moana, logo após desembarcar na capital cearense.

 

Entre tesouradas e idas e vindas ao lavatório do Espaço Beleza, Wanderley concedeu entrevista exclusiva ao Buchicho Beleza & Festas. O cabeleireiro se recusou em falar da presidente Dilma Rousseff, deu dicas de como deixar os cabelos mais saudáveis, falou do papel do profissional de beleza, revelou as tendências 2016 e se disse apaixonado pelo nosso Estado e deseja encontrar uma namorada cearense. “Sou exigente, gosto de mulheres lindas e inteligentes”. Wanderley foi casado Cida Nunes e é pai de dois filhos Pedro Henrique e Drielly Nunes.

 

 “Nunca tenha o azar de não saber aproveitar a sorte que você tem”. WANDERLEY NUNES

 

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – Qual é o cabelo mais bonito da TV brasileira?

WANDERLEY NUNES – Adoro o cabelo da Letícia Spiller (Soraia, em I Love Paraisópolis). Já fiz o cabelo dela algumas vezes, deixei-a de cabelo curto e escuro. (Desta vez foi o cabeleireiro Anderson Couto quem fez a caracterização da atriz).

 

RFP – Existe alguma celebridade que você sonhe em cortar os cabelos?

WN – Acho que tenho uma energia positiva, otimista que um dia eu possa cortar os cabelos de uma cantora que eu goste, como a Joss Stones. Um dia cortar os cabelos de Angelina Jolie. Sonho em um dia ir para Hollywood, montar um salão em Los Angeles, e cortar os cabelos de algumas pessoas por lá. Ou então quem sabe, comprar uma casa no Ceará e vir morar de vez por aqui.

 

RFP – Nossa, bem diferente, sonho de ir para Los Angeles ou vir morar no Ceará?

WN – Não é. A qualidade de vida que vocês têm aqui faz a diferença. Vejo muitas pessoas ricas, em São Paulo, que não levam a vida boa de vocês.  Elas têm carro, helicópteros e aqui vocês não precisam ter tudo isso para serem felizes. É só ter uma casinha de frente para o mar e pronto. A comida é maravilhosa!!! Eu trabalho bastante, sou uma pessoa bem sucedida, graças a Deus, pela minha perseverança, mas acredito que o necessário para viver bem não é ter muito.

 

RFP – E as tendências 2016, em cabelo?

WN – Vejo a mulher com cara de rica, com cabelo bem tratado. Tem muita gente que tem dinheiro e o cabelo é de pobre. Muita mulher pobre com cabelo de rica. Existe muita cliente que vai ao cabeleireiro e o profissional quer fazer chapinha, progressiva, reflexo, tintura sem se preocupar se ela vai ter condições financeiras ou de tempo para manter. O que adianta?

 

Temos de entender a cliente, o padrão de vida dela, como ela se veste. O cabeleireiro tem de ser o facilitador e não o complicar da vida da mulher. O profissional tem de ter essa sensibilidade e experiência para fazer com que a mulher não erre. Temos de controlá-la, porque um monte de mulher inventando um monte de coisa acaba dando errado.

 

RFP – Que mais estraga o cabelo?

WN – Fazer química e não usar os produtos certos.  Muita gente vai ao cabeleireiro e não compra os produtos de uso em casa, compra em farmácias. Como shampoos de farmácia podem ter as vitaminas necessárias para um cabelo danificado? Eu culpo um pouco a cultura do cabeleireiro. Ele aplica química no cabelo da mulher e não se preocupa muito com os produtos que ela vai usar, se ela vai poder comprar, porque se não a química utilizada não vai dá bom resultado, vai danificar os fios. É como usar remédio errado.

 

RFP – A mulher geralmente segue as orientações do cabeleireiro?

WN – A mulher tem de ouvir o seu cabeleireiro, não tem de ficar indo em um salão e outro. Eu estou aqui em Fortaleza e encontrei verdadeiros artistas, como Victor Albuquerque, do Espaço Beleza. Não precisa ir a São Paulo cortar cabelo. Temos de valorizar quem está aqui na cidade que tem condições de cuidar da mulher.

 

RFP – Cortar cabelo com você sai caro?

WN – Nenhum corte de cabelo é  caro se ficou bem cortado. Cabelo é auto-estima. Uma pesquisa revelou que muitas mulheres não saem de casa se não estiverem se sentindo bem com seu cabelo. Então, o que adianta a mulher andar de bolsa “caréssima” e com cabelo detonado?  Economizar no salão de beleza não funciona.

 

RFP  – Quais são os produtos que você indica, independente do tipo de cabelo?

WN – Eu amo produtos da L’Oréal, imbatíveis. Para cabelo duros, que precisam de emoliência, cremes à base de lipídios. Os da Kérastase são ótimos. Gosto da máscara Extreme, da Redken, que pode ser usada todas às vezes que lavar o cabelo. E mais do que produtos, quero deixar registrado aqui, para as cearenses que não procurem andar na moda, porque se não vocês podem ser as últimas da fila. Criem a sua própria identidade.

 

RFP – Shampoo sem sal faz bem ao cabelo ou é mito?

WN – O shampoo não pode ser muito alcalino. Se for acima do pH 7, é bastante alcalino e pode danificar os fios. Só que pH abaixo de 4, como os shampoos infantis, corre o risco do cabelo não ficar bem lavado. Gosto de usar shampoo para limpar e deixar a hidratação para os condicionadores e as máscaras.

 

RFP – A qualidade da água interfere na beleza do cabelo?

WN – Claro!!! Infelizmente, a água de Fortaleza contém muito cloro. Vocês têm de falar com a companhia de água. Não adianta gastar um absurdo de dinheiro em uma coloração e em produtos de tratamento e lavar os cabelos com uma água dessas. Os fios poros são os que mais sofrem, tendem a ficar ainda mais ressecados, e a coloração vai ficando amarelada, sem brilho e as pontas dos cabelos com pontas duplas.

 

RFP – Qual a solução?

WN – Se a qualidade da água não melhorar, vocês podem fazer o último enxágue dos cabelos com água mineral. Durante o dia, borrifar os fios com água mineral com gás. Ajuda.

 

RFP – Lavar ou não os cabelos todos os dias?

WN – Lavar todos os dias, com as pontas dos dedos. Alguns defendem que não devemos lavar os cabelos todos os dias, porque demora até 48h para secarem completamente. Só que prejudica muito mais deixar oleosidade no couro cabeludo, que provoca perda de cabelo, muitas vezes, irreversível. Agora, prejudica dormir com os cabelos molhados.

 

RFP – O que você acha do estilo da presidente da República Dilma Rousseff?

WN – Não quero falar da Dilma, não. Ela não merece que eu fale dela.

 

RFP – O que há de mais moderno no mercado de cabelo?

WN – A tecnologia aplicada aos produtos. Nós temos tecnologia para tudo. Tomara que não invente uma máquina para cortar cabelo.

 

RFP – Qual o seu sonho?

WN – Arrumar uma namorada, aqui, em Fortaleza. Sou exigente, não quero qualquer uma, tem de linda e inteligente.

 

 

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =