Beleza e Saúde

NOVIDADE DA JORNADA PAULISTA DE CIRURGIA PLÁSTICA

Close-up Of A Man's Face With Correction Line Drawn By Person's Hand For Plastic Surgery

O uso da cosmiatria potencializou ainda mais os resultados naturais da cirurgia plástica de rejuvenescimento facial

1 – A cirurgiã plástica Adivânia Pinheiro (CRM 10565 / RQE 6285) chegou da 36ª Jornada Paulista de Cirurgia Plástica, recentemente, o segundo maior encontro do segmento, no Brasil. Dentre os temas debatidos em palestras e work shops de nível internacional, a cirurgiã destaca a cirurgia de mama com ou sem colocação de próteses de silicone, o posicionamento da cicatriz, a plástica de rejuvenescimento facial e a utilização da cosmiatria, ou seja: procedimentos da face sem bisturi.

 

0506CS2502

Cirurgiã plástica Adivânia Pinheiro

 

2 – FACE: Para Adivânia Pinheiro, uma cirurgia de rejuvenescimento do rosto é bem feita quando não deixa sinais. “Quando você olha para uma pessoa, vê que ela está bem, jovem, mas não consegui identificar o que ela fez na face”. Para alcançar esse resultado, na Jornada Paulista, foi ressaltado o trabalho do cirurgião junto aos músculos (estruturas profundas), à gordura e à pele do paciente.

3 – “Foi chamada atenção também para o uso da cosmiatria (peelings, laser, preenchimentos, fios Silhouettes, toxina botulínica…) para potencializar os resultados, cada vez mais naturais”. Para entender: é como se a cirurgia plástica fosse a construção do prédio, o alicerce, os tijolos. “E a cosmiatria fosse o reboco, os acabamentos da construção, em que promovemos o rejuvenescimento de fora para dentro”, compara Adivânia Pinheiro.

0506CS2503

“Mesmo na redução mamária, podemos utilizar as próteses de silicone”. Cirurgiã plástica Adivânia Pinheiro

4 – MAMA: A Jornada Paulista abordou ainda assuntos como: posicionamento da cicatriz, forma e contorno mamário, quando utilizar as próteses de silicone. “Mesmo na redução mamária podemos utilizar as próteses de silicone. Vai depender do nível de flacidez da paciente, quando as glândulas dos seios foram substituídas por gordura”, avisa. Nesse caso, as próteses entram para melhorar o contorno, dá maior projeção e aumentar a durabilidade do procedimento.

5 – CICATRIZ: Adivânia Pinheiro diz que a escolha do local da introdução do silicone nos seios e, consequentemente, onde vai ficar a cicatriz, vai depender também do nível de flacidez da pele. “Quanto maior a flacidez, maior a incisão”. A cirurgiã prefere a cicatriz no sulco mamário, na base dos seios. “Também pode ser periareolar (pela aréola), ao redor dos mamilos, feita em planos profundos para evitar o risco de alagamento da cicatriz”, observa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *