Beleza e Saúde

Médico cirurgião Hipólito Monte explica por que aumentou o diagnóstico de câncer de estômago. Saiba como se prevenir

0306CS2504

Os homens são os mais acometidos por câncer de estômago

1A incidência de câncer de estômago vem aumentando nos últimos anos, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Os tumores gástricos aparecem em terceiro lugar na incidência entre homens e em quinto entre as mulheres, no Brasil. São diagnosticados mais de 20 mil novos casos por ano. No resto do mundo, dados estatísticos revelam declínio da incidência, especificamente nos Estados Unidos, Inglaterra e outros países mais desenvolvidos e um crescimento da doença nos países em desenvolvimento, no o Brasil.

2407CS2501

FOTO DUVULGAÇÃO

O estresse quebra a barreira imunológica e o corpo fica mais susceptível a contrair doença, não só o câncer

2 – CUIDADO COM O ESTRESSE: Com toda sua experiência, médico cirurgião Hipólito Monte (CRM 2354 / RQE 2260), do Instituto Hipólito Monte, no Edifício Duets, destaque da nossa revista O POVO Saúde e Beleza, diz que uma das principais causas do aumento no número de diagnóstico de câncer (além de alimentos contaminados, produtos em conserva, excesso de sal e tabagismo) é o estresse elevadíssimo que nossa sociedade vive, muito maior do que vivíamos há 20 momentos.

3 – “Há muitos anos, tive o prazer em participa de um congresso sobre câncer, em Estocolmo (Suécia), e tive uma faixa escrita: ‘Câncer X Estresse’. Essa frase nunca me saiu da cabeça. O mundo hoje é só estresse”. É que o estresse, segundo o cirurgião, quebra a barreira imunológica e o corpo fica exposto a desenvolver qualquer tipo de doença, não só câncer.

4 – Mas o que é estresse? “Estresse é uma palavra ampla e pouca gente entende o significado. Pensa que estresse é passar um momento de dificuldade, esquece que toda emoção gera um estresse, seja ela positiva ou negativa”. O cirurgião explica que quando uma pessoa tem uma alegria libera enzimas e hormônios da mesma forma que em momentos de insatisfação e dor. “Não precisamos ser nem oito nem 80, o bom, o saudável é termos estabilidade emocional”, aconselha.

5 – PREVENÇÃO: Beber social, não fumar, praticar atividade física, evitar comidas gordurosas, frituras, alimentos salgados, defumados, em conserva, não ingerir alimentos quentes são indicações de hábitos de vida saudáveis que evitam doenças de modo geral, não só o câncer de estômago. “Mas a melhor forma de prevenção de câncer é fazer exames regularmente, independentemente se a pessoa sofre ou não com refluxo ou azia. As mulheres são as que mais se cuidam”, afirma.

6 – EXAMES: Os exames de prevenção são capazes de detectar a doença em estágios inicias e o índice de cura é altíssimo. Os mais indicados são a endoscopia, “um exame indolor que deve se feito de três em três anos”, e a colonoscopia, a cada cinco anos.  E não poderia deixar de perguntar de como o cirurgião Hipólito Monte se cuida. “Faço meus exames a cada três meses. Uma varredura de imagem duas vezes ao ano, com tomografia, ressonância e ultrassonografias. Tive uma segunda chance e essa eu não largo. Quase que eu não tinha, sou um privilegiado”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + onze =