Beleza e Saúde

CIRURGIÃO PLÁSTICO DALVO NETO TIRA NOSSAS DÚVIDAS SOBRE ABDOMINOPLASTIA

Cirurgião plástico Dalvo Neto

1 – Ficar com barriga tanquinho, com zero gordura, digamos assim, sem flacidez, sem pele sobrando, e músculos definidos é o sonho de muitas mulheres. Uma das formas de realizá-lo é recorrer à abdominoplastia. Cirurgião plástico Dalvo Neto (CREMEC 9100 RQE 6913) esclarece algumas dúvidas e responde às perguntas mais comuns feitas pelas mulheres, em seu consultório, na clínica Isaac Furtado, sobre este tipo de cirurgia plástica capaz de remodelar a silhueta.

2 – Quero tirar só uma gordura aqui. Meu abdômen vai ficar sequinho? “Às vezes não. Temos de entender que a barriga feminina é preenchida por pele, que tem espessura variável, gordura e músculo. E só retirar a gordura, através da lipoaspiração, teremos resultados indesejáveis. Após a gravidez ou devido à oscilação de peso corporal, o efeito sanfona, por exemplo, pode causar nas mulheres, e até nos homens, uma distensão e aumento do envelope cutâneo. Ou seja: aumento da quantidade de pele na região, acompanhado ou não do aumento da gordura. Nesse caso, o único tratamento efetivo é a retirada do excesso cutâneo”.

FOTO DIVULGAÇÃO

Com a plicatura dos músculos do abdômen, é possível afinar até 10 cm de cintura

3 – A cicatriz da abdominoplastia é horrível, tem como ela ser menor? “O tamanho da cicatriz realmente varia de pessoa para pessoa, assim como a qualidade da cicatrização. Existem pacientes com boa cicatrização e outros ficam com cicatrizes inestéticas que precisam de tratamentos complementares. Mas, em geral, se a paciente seguir as recomendações médicas, ter cuidado pós operatório, como evitar sol… na maioria das vezes, a cicatriz fica imperceptível”.

FOTO DIVULGAÇÃO

A abdominoplastia trata a flacidez da pele e a retirada de gordura, na barriga

4 – Ainda quero ter filhos, posso fazer abdominoplastia? “Nesse caso, é importante discutir com seu médico. Nos primeiros dois anos após uma abdominoplastia, a agressão da distensão da barriga durante a gravidez de um abdômen recém operado seria bem temerária. Imagine que foi retirada uma grande quantidade de pele (em geral toda a pele do umbigo para baixo) e o organismo vai precisar de muita pele para esticar mais ainda, durante a gestação. Não faz sentido”.

5 – Dalvo Neto não quer dizer com isso que após dois anos da realização da abdominoplastia, a mulher não possa engravidar, mas é bom ficar atenta. “Em geral, fazemos plicatura dos músculos retro abdominais, costuramos os músculos da barriga que ficam bastante frouxos após a gravidez ou aumento de peso, afinando a cintura (conseguimos afinar até 10 cm só com essa costura). A cintura fica fininha o que pode dificultar o aumento futuro do útero, em uma nova gestação”, alerta.

6 – Quais são os tipos de abdominoplastia? Quero fazer a mais simples. “A população, em geral, tem a ideia de que se submeter à uma mini abdominoplastia vai ser mais tranquilo, menor o corte, menor a cicatriz, menor sofrimento no pós-operatório… Só que não podemos olhar por esse lado. Se tem pele, uma quantidade considerável de pele, é melhor tirá-la por completo, do que deixar pele sobrando por medo da cicatriz”, finaliza Dalvo Neto.