Beleza e Saúde

ENTREVISTA EXCLUSIVA COM FERNANDO TORQUETTO, QUE ESTÁ EM FORTALEZA (CE)

Camila Pitanga e o maquiador que já caracterizou a atriz por diversas vezes para as novelas da Globo

Amizade de Fernando Torquatto e Mariana Ximenes é antiga. Ele diz que a atriz tem uma beleza clássica e arrojada, ao mesmo tempo

Patrícia Poeta segue os conselhos de beleza de Torquatto

Modelo, fotógrafo, ator, formado pelo Teatro Tablado (RJ), apresentador de TV e até cantor. Fernando Torquatto já fez de tudo um pouco, mas foi no mundo dos pinceís e na seu talento de caracterizador de personagem de novelas da Globo que ele ganhou destaque e hoje aparece entre os nomes mais respeitado dos últimos tempos, no mundo beauty.

Após 20 anos de profissão e queridinho de artistas e celebridades, como Camila Pitanga, Carolina Dieckmann, Mariana Ximenes, Patrícia Poeta e Sophie Charlotte, ele decidiu viajar o Brasil, compartilhar um pouco de seu conhecimento e revelar os segredos de beleza e de maquiagem, em um curso intitulado “Desvendando os Segredos”. Para nossa alegria, Torquatto vai desembarcar em Fortaleza, amanhã (23), onde ministrará o curso, na próxima segunda-feira, dia 24, das 13h às 19h, no salão Beauty Club.

O paulista de Santos, que se sente “meio cearense” (“minha mãe era cearense”) vai mostrar aos apaixonados por maquiagem os novos produtos, como usar a tecnologia ao nosso favor, escondendo os defeitinhos, e as novas técnicas e produtos. “Temos essa coisa de modinha (na maquiagem) que acaba confundindo… mas o caminho que o mundo quer para a maquiagem… é o da naturalizada”, entrega ele, em entrevista exclusiva ao nosso Buchicho Beleza & Festas.

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – Você está viajando o Brasil com o curso Desvendando os Segredos. Quais são esses segredos que serão revelados? Pode antecipar alguns que vão nos deixar com gostinho de quero mais?

FERNANDO TORQUATTO – O tema tem a ver com a minha experiência de 20 anos de trabalho. Converso com as mulheres, falo sobre tecnologia, como os produtos estão funcionando, hoje, em dia, e ao mesmo tempo apresento as novidades e as tendências do que está acontecendo no mundo. São mulheres brasileiras com realidades tão parecidas e ao mesmo tempo tão diferentes.

RFP – O conceito de maquiagem mudou muito nos últimos anos? 

FT – Estudo a beleza desde Cleópatra (Rainha do Egito Antigo), de lá para cá muita coisa mudou, mudou bastante, mas vem vindo num caminho muito claro para mim. Hoje, há a busca da leveza. São produtos que não mascaram as mulheres. Só que vez ou outra, temos essa coisa de modinha que acaba confundindo, como a última de contorno que acabou pesando um pouco a maquiagem, de novo. Mas o caminho que o mundo quer para a maquiagem não é esse é outro, da naturalizada.

RFP – Como é a make contemporânea? Vale tudo? É verdade que estamos seguindo um conceito bem árabe, estilo Kardashian de ser?

FT – Não, ao contrário, não tem nada a ver com Kardashian. Essa maquiagem árabe foi uma moda especifica, de uma família especifica, em um grupo e isso aí não tem nada a ver com que o mundo quer. Claro que muitas mulheres se inspiram, porque elas são muito populares nos Estados Unidos, mas é um estilo que beira o exagero. Eu gosto de uma maquiagem que pode ser exuberante, mas com um resultado natural.

RFP – Pele e contorno são tudo? Como cuidar para que a maquiagem ficar ainda mais bonita? 

FT – Pele sim, é tudo. Acho que uma pele bem feita, leve, natural, sem exagero é incrível. Uma maquiagem que deixe a pele com aparência de verdade, perfeita. O contorno é uma técnica para não aparecer, então quando começa a aparecer demais já vira máscara e não gosto. Dá para fazer tudo isso, usar as técnicas de maquiagem e a mulher ficar com aspecto leve.

RFP – Quais os erros mais comuns que você vê as mulheres cometerem, em relação à make?

FT – Um dos erros é a mulher reverenciar demais umas coisas que não tem nada a ver. Uso de maquiagem exagerada que, às vezes, não se adapta à região que ela mora, para o clima que ela mora. Exagera no uso dos produtos, mas, pensando bem, acho melhor a mulher está animada, está gostando de se exercitar, usando os produtos, porque até chegar ao caminho da leveza fica até mais fácil.

RFP – Como olhar no espelho e observar os pontos favoráveis do nosso rosto, àqueles que devemos realçar com a make, e os defeitinhos que devemos esconder? Como fazer isso?

FT – Acho que observação mesmo, entender quem você é, não querer virar outra pessoa. Conforme a mulher vai tendo esse entendimento, vai conhecendo o rosto, suavizando alguns pontos, valorizando outros, com delicadeza, você consegue entender quem você é, né, não cobrir o rosto todo, e carregar demais. Então, é defeitinho esconder com tecnologia, mesmo. Isso vou falar melhor no curso, porque é difícil explicar assim.

RFP – Você é está cada vez mais lindo e em forma. Você se cuida muito? Treina todos os dias? O que você carrega no nécessaire, sempre? 

FT – Adoro me cuidar. Acho que dentro do possível, mas não sou neurótico, não. Tenho sempre filtro solar, hidratante, às vezes, algum produto para dá uma equilibrada na pele, como o sérum, e fechar os poros, e um pouco de água termal. São coisas simples que acabam dando um efeito bom, né. Tento treinar, só que não tenho muito tempo. Queria ser um Mahamura, só que não tenho tempo nem esse talento todo.

RFP – Segue uma alimentação saudável ou come de tudo?

FT – Em casa, sigo uma alimentação organizada. Na rua, é que acabo comendo uma coisinha ou outra não tão saudável assim. De modo geral, não gosto de nada pesado não, gosto de sushi, mais leve, mas quem resiste a uma pizza, um sorvete? É quase impossível. Então, como uma bobagem no fim de semana e, na semana, sou mais controlado. Também controlo a bebida alcoólica. Quando vou a eventos sociais, tomo um drinque… Sabemos que álcool é péssimo para o corpo.

RFP – Você já veio ao Ceará algumas vezes. Você tem os lugares preferidos que sempre tem de ir quando vem nos visitar?

FT – Já fui ao Ceará algumas vezes, mas sempre fico em Fortaleza. O máximo que eu fui foi para o Beach Park, no Porto das Dunas, foi divertido. Minha mãe era cearense, mas conheço pouco o Ceará. Por eu ser um pouco cearense, meio cearense, gostaria de conhecer mais. É um Estado lindo, para mim tem muito a memória da minha mãe.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =