Beleza e Saúde

DERMATOLOGISTA VIVIANE VASCONCELOS FALA SOBRE VERSATILIDADE DOS PEELINGS

 

“Além do rosto, áreas como pescoço, colo, dorso, mãos e braços também podem ser beneficiados” pelos peelings. Dermatologista Viviane Vasconcelos,

 

Uma pele jovem, livre de manchas, cicatrizes e rugas é o sonho de muitas mulheres. Para ter esse resultado, além de ser necessário manter cuidados básicos como boa alimentação, evitar exposição solar, fazer uso diário de protetor com fator solar com FPS 30 ou mais, evitar espremer cravos e espinhas, também é possível recorrer a alguns procedimentos estéticos, entre eles, os peelings que são os queridinhos dos cearenses.

São vários os tipos de peeling no arsenal da Dermatologia: peelings químicos (ácido retinóico, ácido tricloroacético, Alfa-hidroxidados, ácidos vulcânicos, resorcinol, etc), peelings físicos (cristal, diamante, partículas esfoliantes) e os peelings a laser, como o laser de CO2 fracionado, que pode ser usado de forma mais superficial e combinado aos peelings químicos e ao drug delivery.

A dermatologista Viviane Vasconcelos, sócia da Clínica DermaVIP, salienta que o grau de satisfação é alto com esse tratamento, por produzir resultados rápidos e ter poucas restrições e contraindicações, dentre elas: gravidez, presença de infecção ativa na área a ser tratada e histórico de alergia a algum componente do peeling a ser usado.

Já as indicações são muitas: clareamento do melasma, acne, poros abertos, oleosidade, manchas de sol, hipercromias pós-inflamatórias, perda da elasticidade da pele, rugas finas e comedões.  “Além do rosto, áreas como pescoço, colo, dorso, mãos e braços também podem ser beneficiados”.

“O sucesso dos peelings se deve a sua grande versatilidade. É possível personalizar protocolos, associar tecnologias, misturar os tipos e, dessa forma, obter o melhor resultado para cada paciente, para cada necessidade individual”, afirma a especialista.