Beleza e Saúde

CIRURGIÃO PLÁSTICO ISAAC FURTADO EXPLICA O FACELIFT LIGHT: RESULTADOS NATURAIS E RECUPERAÇÃO RÁPIDA

Cirurgião plástico Isaac Furtado indica o facelift light

Vivemos a 3ª geração do facelift e podemos usufruir, agora, do chamado facelift light. Uma associação de técnicas (ritidoplastia + blefaroplastia + lipoaspiração de submento + preenchimento de rugas com ácido hialurônico), com recuperação mais rápida do paciente, sem necessidade de tirar pontos ou utilização de drenos no pós-cirúrgico. Ou seja: perfeito para ser feito durante este período de férias de julho.

E quem esclarece tudo para nós é o cirurgião plástico Isaac Furtado (CRM. 5243/ RQE 1429) que já apresentou a técnica no 53º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica e em fóruns sobre cirurgia da face, como no Hospital Geral de Fortaleza, abordando sua experiência.

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – O que é o facelift light

ISAAC FURTADO – É uma cirurgia plástica que atenua a flacidez de pele das bochechas (principalmente no 1/3 inferior da face) e do pescoço, além de reposicionar o tecido gorduroso abaixo da pele (SMAS- sistema músculo aponeurótico superficial). A intervenção é menor do que a cirurgia tradicional e maior que o mini lift, por exemplo, e o resultado é muito natural.

RFP – Cite quatro diferenças entre a nova técnica e o lifting tradicional? 

 

IF – A cicatriz é a metade do tamanho se comparada ao lifting tradicional e fica escondida em torno da orelha e dentro do cabelo. E o mais importante: não é preciso cortar nem um fio de cabelo. Também há ausência de drenos e pontos para retirar. Recuperação em duas semanas. E efeito muito natural nas bochechas e no pescoço.

 

RFP – Na nova técnica, quais as estruturas da face que são tratadas? 

IF – Do terço inferior da face e do pescoço em um procedimento que demora em torno de 2h para ser realizado, com anestesia local e sedação, e o paciente dorme somente uma noite no hospital.

RFP – Qual a indicação?

IF – Pacientes acima dos 45 anos de idade que precisam atenuar a flacidez de pele das bochechas (principalmente no 1/3 inferior da face) e do pescoço. Ideal para tratar as bochechas, no chamado “bulldog”.

RFP – O facelift pode ser associado a outras técnicas?

IF – É muito associado às cirurgias de blefaroplastia (olhos) e à lipoaspiração de sub-mento (papada). Após três semanas, complementamos o tratamento com o uso de ácido hialurônico para preencher lábios, rugas e sulcos.