Beleza e Saúde

O que fazer para superar, com inteligência emocional, as mudanças bruscas ocasionadas pela quarentena

FOTO DIVULGAÇÃO

Dedicar-se ao autoconhecimento, a permanecer no presente e ser flexível com você e com os outros estão entre as reflexões da The School of Life Brasil

Neste momento, o Brasil e o mundo passam por uma situação atípica e, frente ao desafio do isolamento, muitos estão sendo instados a mudar completamente seus hábitos profissionais e sociais — em certa medida, é como se ambos se chocassem. A questão é como equilibrá-los e conciliá-los com o desafio de seguir com as nossas vidas de uma maneira diferente.

Os conflitos na quarentena surgem de várias frentes da nossa existência contemporânea. Lidar com próprias emoções e mudanças de planos repentinas, preservar o bom relacionamento com parceiros e familiares na convivência intensificada dentro das casas e seguir sendo produtivos trabalhando do lar. Para minimizar os impactos de uma mudança tão brusca nas nossas vidas, a The School of Life, separara algumas dicas para seguir adiante com estabilidade emocional, fundamentada em autoconhecimento, flexibilidade, criatividade e gentileza com você e com os outros. Confira a seguir:

1- Escreva pensamentos, emoções e projetos
A escrita ajuda pessoas organizarem ideias e lidar com dilemas da vida. Escrever é uma ferramenta que contribui para o equilíbrio emocional. Usar o papel para contar a sua história, a partir de pensamentos e emoções, permite que você veja um tema antigo ou novo por diferentes ângulos. No espaço em branco, é possível externalizar emoções e aliviar o interior da mente. Separe um caderno, uma agenda ou um arquivo digital para praticar esse exercício todos os dias, inclusive fazer anotações sobre a vida que você deseja. É uma maneira de trazer mais clareza sobre planos e projetos, e as ações que precisam ser realizadas para colocá-los de pé.

2- Cuide de seu relacionamento
Amor não é apenas uma emoção, mas uma habilidade que pode ser aprendida e praticada com sucesso entre os casais. Nesse período, é necessário compreender que alguns privilégios e hábitos não terão espaço. Aproveite a situação para exercitar uma comunicação mais generosa e compreensiva com o seu parceiro. Respeite o espaço do seu parceiro. Juntos criem uma dinâmica que favoreça o tempo e o espaço de trabalho, e descanso para os dois.

Se possível, reservem espaço para ficarem sozinhos e em silêncio. Divida as tarefas da manutenção da casa igualmente, incluindo o cuidado de crianças, se tiverem filhos. Abra mão da perfeição, já que somos bons naquilo que fazemos sempre – no entanto, estamos em um período inesperado e repleto de adaptações. Crie momentos para se divertirem juntos, como abrir um bom vinho, dançar e preparar uma refeição saborosa em parceria. Aproveite esse tempo para aperfeiçoar a relação.

3- Conheça sobre você mesmo
O autoconhecimento é tão importante porque é só com base numa ideia precisa de quem nós somos que podemos tomar decisões confiáveis – principalmente no amor e na vida profissional. No entanto, nossas mentes são extremamente habilidosas em esconder a verdade sobre nós mesmos, principalmente, com o estilo de vida atual, o qual vivemos extramente atarefados e estimulados com informações de todos os tipos. Aproveite este momento para olhar para si mesmo. Observe o que desencadeia seus pensamentos e emoções, e quais reações eles provocam. Seja gentil com você e não se julgue. Acolha os sentimentos como ansiedade, medo e raiva, e a partir do papel de observador os interprete com mais habilidade. Perceba o que pode ser melhorado não como um erro, mas como uma oportunidade de agir e tomar novas decisões mais coerentes com quem você é de verdade e o que é mais leve e alegre para você.

4- Entenda o seu ritmo de home office
Não existe método para fazer home office de maneira produtiva. O que serve para uma pessoa pode não ajudar a outra. Por isso é preciso se observar, respeitar o ritmo pessoal e perceber qual a rotina e o ritual que mais combinam com você. Teste espaços na casa, móveis, que favoreçam o conforto e facilitem a produção. Com a ausência de deslocamento até o trabalho, é possível preencher esse tempo com outras tarefas. Experimente escolher as que promovem reflexões e autoconhecimento, já que essas oportunidades acabam gerando melhores insights. Incentive encontros online com parceiros de trabalho e equipe para trocar ideias, ajustar os processos e se sentir conectado ao grupo.

5- Esteja presente
Emocionalmente, nós seres humanos geralmente não somos muito bons em lidar com a impermanência subjacente da vida e, para muitos, é uma fonte constante de sofrimento. Isso fica mais intenso, já que estamos o tempo todo revisitando situações do passado e projetando o futuro através da nossa mente, principalmente diante dos fatos globais. Trazer atenção para o momento presente e os detalhes que ele apresenta é uma maneira de conter a inquietação, desconforto, ansiedade e insegurança.

Praticar a percepção da experiência no momento presente renova a resiliência durante os tempos incertos e o corpo funciona como uma âncora para o presente. Perceba as sensações do corpo e as emoções que essas sensações provocam. Faça um diário detalhando todas as percepções, pensamentos e emoções recorrentes ao momento presente. Assim a mente é treinada a ter plena atenção às experiências internas e externas, e lidar melhor com as situações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *