Beleza e Saúde

Seis maneiras de promover o bem-estar e gerar mais engajamento entre os colaboradores

FOTO DIVULGAÇÃO

Acordar cedo, atender demandas, bater metas, lidar com todo tipo de público e experiências e ainda ter que administrar as contas no fim do mês. Para muitos, essa rotina é o resumo de boa parte de suas vidas, o que pode gerar frustrações, desgastes físicos e emocionais, além de resultar em uma queda de produtividade.

Por isso, é importante que as organizações e gestores estejam sempre atentos aos sinais que os colaboradores dão quando algo não vai bem. Além de manter um canal sempre aberto para o diálogo e identificação de possíveis problemas, é preciso buscar alternativas que visam trazer mais qualidade de vida aos funcionários e, consequentemente, melhores resultados para a empresa.

E, diante do atual cenário e das mudanças que o mercado de trabalho vem sofrendo devido à Covid-19, é natural que surjam dúvidas de como manter a motivação, os resultados e saúde mental de todos.

A fim de auxiliar as organizações no desenvolvimento das equipes, especialistas de diversos setores reuniram algumas dicas para proporcionar um ambiente de trabalho mais acolhedor para que os colaboradores se sintam motivados e “vistam a camisa” da empresa.

Adote uma postura ética-humana: muitas vezes, a atuação das empresas possui um papel ético-social muito forte, que pode ser determinante na saúde mental dos funcionários. Por isso, é importante agir de forma efetiva e proporcionar acessibilidade a tratamentos preventivos e/ou curativos.

Invista em comunicação interna: é muito importante que todos os colaboradores se sintam pertencentes à organização e entendam o momento que a empresa está passando, mesmo que à distância. Para isso, newsletters, grupos em aplicativos de mensagens, videoconferências, murais informativos e reuniões de equipe periódicas podem ser alternativas interessantes para que o time lembre que não está sozinho e se sinta parte de algo maior.

A Samba Tech, referência em vídeos online, é um exemplo de tecnologia que ajuda as empresas a realizarem treinamentos online com os seus colaboradores para melhorar a interatividade e o engajamento de toda a equipe, principalmente nos dias de hoje. Por meio deles, é possível alinhar as demandas de trabalho diariamente, realizar reuniões, promover atividades de entrosamento como happy hours e momentos de relaxamento.

Adote o marketing de incentivo: como o próprio nome diz, o marketing de incentivo tem como objetivo motivar equipes de trabalho. Segundo o último Relatório da Incentive Research Foundation (IRF), incentivar um time refere-se a gerar engajamento e reconhecimento. E engana-se quem pensa que o incentivo se resume em recompensas financeiras. Aqui vale tudo: viagens, cursos gratuitos, uma televisão nova, um day-off.

A boa notícia é que, em paralelo, crescem as chamadas IncentiveTechs, startups com base tecnológica que atuam no segmento de marketing de incentivo. Um exemplo de empresa que está neste mercado é a Incentivar.io, primeiro software de marketing de incentivo da América Latina.

Psicologia do trabalho: a psicologia trabalhista foca na melhora do aspecto organizacional. Aqui, a psicologia surge como um expoente capaz de resolver o dilema do desempenho dos funcionários e desenvolve a função de encontrar maneiras para criar um ambiente mais saudável para os colaboradores e competitivo para o mercado.

Com consultas online, a Telavita conta com psicólogos especializados nessa vertente. Por meio da plataforma de psicoterapia, os colaboradores podem se conectar com profissionais de todo País e realizar suas consultas por vídeo ou chat sem sair do escritório. Assim, além de promover o bem-estar dos funcionários, a empresa também reduz o fluxo de ausências no trabalho.

Aposte em um RH mais inteligente: empresas precisam tomar decisões sobre pessoas e escolhas erradas podem custar muito caro. Por isso, apostar em alternativas e tecnologias que ajudam a área de recursos humanos a reduzir custos, engajar e motivar funcionários, analisar a performance e desempenho, medir fatores motivacionais, indicadores de energia e de estresse de cada colaborador faz com que uma corporação tenha uma equipe satisfeita, além de se manter em bom funcionamento.

A Sólides, plataforma de RH focada em gestão comportamental e recrutamento de colaboradores é um exemplo de tecnologia que auxilia gestores a tomarem as melhores decisões de olho no bem-estar dos colaboradores e da economia corporativa. Só em 2019, a empresa economizou R$ 51 milhões para seus clientes e diminuiu o turnover entre seus colaboradores.

Faça reuniões semanais com sua equipe: em situações como essa de isolamento social, o trabalho remoto foi uma das alternativas encontradas pelas empresas para continuar de portas abertas. E para manter a produtividade, marcar reuniões online por semana tem sido uma das alternativas que muitas companhias têm encontrado para conservar o time unido e focado, aumentar o engajamento e fazer alinhamento de demandas.

Um bom exemplo é o da Getrak, referência internacional no desenvolvimento e fornecimento de infraestrutura para empresas de rastreamento. A startup tem realizado reuniões semanais da liderança para discutir novas ações a serem tomadas. Ao todo, são três encontros virtuais com todos os colaboradores, em que o CEO da empresa atualiza informações do negócio e compartilha expectativas, ansiedades e boas práticas do trabalho remoto.

Estar atento às mudanças de comportamento e resultados que os colegas podem apresentar, bem como promover um ambiente seguro, amigável e acolhedor, pode não só salvar vidas, mas como trazer o gás que sua empresa necessita para crescer. É importante ter em mente que todos estão no mesmo barco e que o sucesso e felicidade compartilhados é sempre melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *