Beleza e Saúde

Os efeitos de ficar em casa no corpo e no rosto

A FOREO Sweden desvendou o que acontece no corpo quando deixamos de sair para a rua 


Assim como outros países, o Brasil também está promovendo o isolamento social e a quarentena por conta do novo coronavírus. Além de um ato de autopreservação, ficar em casa também é uma maneira de empatia e cuidado com aqueles que precisam continuar saindo e também com os que se enquadram no grupo de risco. 
Mas que impactos a nova rotina pode ter no nosso corpo, pele e mente? Os especialistas da FOREO desvendaram a parte boa e a ruim de ficar em casa e como podemos  lidar com todas elas!

 No make – um respiro para a pele

A gente ama maquiagem, mas a maioria de nós, quando fica em casa, não costuma passar nada. Quem se maquia todo dia, sente falta de um blushezinho ou um rímel no home office, mas ficar sem usar maquiagem pode trazer alguns benefícios para a pele. 

“A maquiagem, principalmente bases, BB ,CC creams, corretivos e sombras possuem partículas de pigmento e outros compostos que podem, dia a dia, obstruir os poros, causar irritação cutânea e o surgimento das temíveis espinhas. Ficar alguns dias sem usar esses produtos ajuda a pele a se reequilibrar e regenerar””, explica a Dra. Camille M. T. L. Maia, dermatologista e clínica geral parceira da FOREO.

“Esse é o período ideal para limpar muito bem a pele, hidratar e cuidar de acordo com orientação de seu médico dermatologista. Não deixe o protetor solar de lado, pois a luz artificial também pode causar danos à pele, e lembre-se de retirá-lo ao fim do dia, utilizando seu LUNA e cleanser favorito”, complementa. 

Era sol o que faltava 

Ficar em casa significa, quase sempre, limitar a exposição à luz solar e, com isso, reduzir a síntese de vitamina D. Responsável pela formação e manutenção dos ossos, absorção de cálcio e funcionamento adequado dos órgãos. Além disso a vitamina D auxilia na prevenção de algumas doenças como gripes e resfriados!

 Seguindo as recomendações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a Dra. Camille orienta a exposição solar direta de áreas cobertas, como pernas, costas, barriga, ou ainda palmas e plantas, por 5 a 10 minutos todos os dias, a fim de sintetizar vitamina D, sem sobrecarregar as áreas cronicamente expostas ao sol. “Aproveite a varanda ou através da janela aberta para o banho de Sol”, explica. 

 Menos poluição

Menos carros nas ruas é sinônimo de menos poluição, ou seja, boa notícia para a pele e corpo! “Os poluentes liberados pelos automóveis combinados com a radiação produzem radicais livres que aceleram o envelhecimento, além de agravarem quadros respiratórios e alérgicos.

Com o afastamento das ruas e consequente menos poluição , podemos perceber a pele com mais viço e radiante e a capacidade respiratória melhorada.”, explica. 

 Emocionalmente mais sensíveis – e isso pode ser bom!

Com o mundo sendo afetado pelos efeitos do coronavírus e a quarentena, fica difícil não sentir as consequências no lado emocional, como desânimo, estresse e ansiedade. É normal se sentir assim em um momento tão incerto. Respeite seu tempo! “Por isso, tente se distrair e focar em atividades prazerosas que estimulem a produção de endorfina”, finaliza. 

 Olhando pelo lado positivo, ficar em casa longe do estresse de grandes centros urbanos, trânsito e aglomerações pode ajudar a apaziguar a mente. Aproveite esse tempo como oportunidade para olhar para dentro e cuidar de si!

 De olho na postura e no sedentarismo

Trabalhar de casa muitas vezes implica em não ter uma estrutura correta o que pode afetar a postura, aumentando a tensão, causando dor nas costas, pescoço e membros. Além disso, no dia a dia estamos constantemente nos movendo, caminhando, subindo escadas, vamos à academia etc. Ficar 100% do tempo em casa diminui essas atividades drasticamente.

“A postura durante o trabalho deve ser ereta, com a lombar apoiada. A altura correta da cadeira é aquela em que os pés podem ser apoiados por inteiro no chão e a mesa na altura do seu peitoral. Crie o hábito de se levantar em pequenos intervalos, movimente-se e faça um alongamento. Vai melhorar sua circulação sanguínea e te dar mais disposição, conclui a médica dermatologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *