Beleza e Saúde

Cuidados: Saiba com qual frequência é ideal procurar um médico oftalmologista

Com a retomada de algumas atividades, clínicas oftalmológicas voltam a funcionar; Momento é importante para cuidar da saúde dos olhos

Com os cuidados de higiene redobrado nesse momento e a importância de manter a saúde em dia, oftalmologistas alertam para cuidados imprescindíveis com os olhos. Grande parte da população busca somente ir ao especialista ocular quando percebe algo de errado ou comprometimento do campo de visão, contrariando o recomendado que é ao menos uma vez ao ano em regras gerais.

No entanto, o médico oftalmologista Massilon Vasconcelos, da Clínica de Olhos Massilon Vasconcelos, ressalta que essa periodicidade pode ainda depender muito da orientação do especialista que acompanha o paciente. “Em alguns casos específicos, em que já foi identificado algum tipo de comprometimento, acometimento de doenças como miopia, retina, ou outras situações variadas, esse período pode ser menor que a recomendação padrão”, explica.

Recomendações:

– Bebês e crianças: A cada seis meses nos dois primeiros anos de vida. Após essa faixa etária, um exame anual dever ser feito até que a criança complete 8 ou 9 anos de idade, que é quando o desenvolvimento da visão termina.

– Pessoas com problemas oculares ou com histórico familiar devem consultar o oftalmologista a cada seis meses para um acompanhamento mais preciso.

– Idosos: Uma vez por ano ou regularmente em períodos menores.

“A idade é outro fator que merece atenção. Mas, diferente do que algumas pessoas pensam, não são só idosos que podem ser acometidos com doenças oculares. Por vias das dúvidas, é importante a ida ao menos um vez ao ano no médico oftalmologista”, pontua.

A partir desta semana, alguns serviços da cadeia da saúde retomam suas atividades na fase de transição do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais do governo do estado. A Clínica de Olhos Massilon Vasconcelos, como protocolo de reabertura, funcionará nesta primeira semana de teste somente um período, de 8h às 12h. Para controlar o número de atendimentos, uma das ferramentas encontradas foi o agendamento de consultas pelo WhatsApp. A partir da próxima semana, seguindo todos os cuidados necessários, a expectativa é de retomada integral do funcionamento.

Glaucoma

Dia 26 de maio foi lembrado como o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, usado por especialistas e autoridades de saúde para reforçar, sobretudo, a importância do diagnóstico precoce. Em virtude da pandemia do coronavírus, os exames ficaram comprometidos pela parada gradual dos serviços.

“Agora, com a retomada, é importante o alerta para que a população realize seu exame, pois a doença é a segunda causa de cegueira mundial, e mesmo embora os danos sejam irreversíveis, existe tratamento”, pontua.

Estima-se que cerca de 3% da população tem o Glaucoma, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com projeções realizadas pela instituição, o número de brasileiros afetados pelo problema deve ser de 80 milhões até o fim de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 4 =