Éshow!

Um adeus ao rei do Soul: Billy Paul.

show-billy-paul-f-011

Aos 81 anos, e a pouco tempo diagnosticado com câncer o cantor americano faleceu em sua casa no bairro de Blackwood, em Nova Jersey.

bp1

“Nós sentimos em informar que Billy faleceu hoje em sua casa após séria condição médica. Gostaríamos de estender as nossas mais sinceras condolescências a sua mulher, Blanche, e família pela perda. Eles e o mundo choram a perda de outro ícone musical que ajudou a música pioneira R&B de hoje. Billy fará falta verdadeiramente. Por favor, compartilhe seus pensamentos, mensagens e histórias de Billy como nos lembramos deste lendário artista, membro da família e amigo”

Nascido no dia 1 de dezembro de 1934, na Filadélfia, Billy Paul começou sua carreira musical com 11 anos, quando se apresentoou em um rádio local. Ele também participou da escola de música West Philadelphia e da escola Granoff, onde recebeu seu treinamento vocal.

Suas contribuições para o mundo da música se iniciam no inicio dos anos 70.

1. Me and Mrs. Jones

Lançada em 1972, essa foi a canção de maior sucesso da carreira de Billy Paul.Me and Mrs. Jones ajudou a definir a estética do philly soul e rendeu ao cantor um Grammy de melhor interpretação masculina de R&B. Em 2006, a música foi regravada por Amy Winehouse.

2. Ebony Woman 

Primeiro sucesso comercial da carreira de Billy Paul, a canção dá nome ao segundo disco do cantor, lançado em 1970.

3. Your Song

Em 1973, Billy Paul injetou uma dose de groove ao romantismo de Your Song, canção composta pelo cantor inglês Elton John.

4. Am I Black Enough?

Em 1973, Billy Paul gerou certa polêmica ao gravar Am I Black Enough for You?, canção que denunciava o racismo nos Estados Unidos. A canção chegou a ser boicotada pelas rádios do país por seu teor rebelde, causando um desastre comercial na carreira do cantor.

5. Thanks for Saving My Life

Após a polêmica envolvendo Am I Black Enough?, Billy Paul voltou a fazer sucesso com o hit Thanks for Saving My Life, lançado no mesmo ano.

6. Only the Strong Survive

Na segunda metade da década de 1970, Billy Paul passou a flertar com a disco music. Only the Strong Survive, do disco de mesmo nome lançado em 1977, é considerada um clássico do gênero.

7. Sexual Therapy

Em 1985, o sucesso de Sexual Healing, de Marvin Gaye, inspirou Billy Paul a compor Sexual Therapy, canção que funciona quase como uma paródia da primeira.

8. Amanhã (com Sandra de Sá)

Apaixonado pelo Brasil, onde tocou em diversas oportunidades, Billy Paul chegou a gravar um dueto com a cantora Sandra de Sá. Amanhã foi lançado em 1988 e é um dos maiores êxitos do cantor no país.

Minha tia “Ester Oliveira​” ama essa música e aprendi muito ouvindo essa canção tocar, pela relação de amor que à faz recordar de sua mãe, que adorava ouvir-lo cantar.

“De mãos dadas, fazendo todos os tipos de planos
Enquanto tocam nossas músicas favoritas.” Me And Mrs. Jones..

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=mWOTdt9Bovk[/youtube]

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + treze =