Éshow!

A diversidade das HQs chega à CAIXA Cultural Fortaleza com o Panorama Nona Arte 2019

A diversidade das HQs chega à CAIXA Cultural Fortaleza com o Panorama Nona Arte 2019

Participam importantes nomes das histórias em quadrinhos do Brasil

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 22 a 24 de novembro, o Panorama Nona Arte 2019 – QUADRINHOS IMPOSSÍVEIS. Debates, feira de quadrinhos e oficinas marcam a programação do evento, que reúne alguns dos mais importantes nomes das HQs do país. As atividades acontecem das 17h às 21h e o acesso é gratuito.

 

O momento para esse panorama não poderia ser melhor. A produção nacional de quadrinhos vive uma efervescência com autores brasileiros consolidando seus nomes dentro e fora do país, exportando livros e ganhando prêmios internacionais. Junto a isso, as feiras de publicações independentes revelam uma nova geração de autores, com uma produção fora dos modelos convencionais e abordando uma multiplicidade de temas.

 

O Panorama Nona Arte 2019 – QUADRINHOS IMPOSSÍVEIS agrega tudo isso, como um grande evento de quadrinhos, uma arte reconhecida mundialmente, marcada pela diversidade de técnicas, estilos, formatos e abrangência de públicos de todas as idades. A proposta é dar visibilidade à produção de quadrinhos nacionais com foco no trabalho mais autoral e artístico. Para isso, a equipe de curadores buscou apresentar um painel rico e plural da linguagem das histórias em quadrinhos como uma expressão artística.

 

Debates

 

Alguns dos importantes nomes da HQ nacional vêm ao Panorama Nona Arte 2019 e participam dos sete debates que serão realizados nos três dias do evento, sempre a partir das 17h. Diego Gerlach (RS) e Paula Puiupo (SP) abrem esta programação na sexta-feira com o tema “Voadores não identificados”. Também no primeiro dia, André Dahmer (RJ), Daniel Lafayette (RJ) e Allan Sieber (RS/RJ) compõem a mesa “Je suis le Meme”. No sábado, Aline Lemos (MG), e Carol Ito (SP) são as convidadas do debate sobre “Não ficção”. Na sequência, André Toral (SP) e Shiko (PB) discutem sobre o “Brasil em quadrinhos”. No domingo, serão três debates, tendo como primeiro tema “Fanzines Magnéticos”, com Alberto Monteiro (RJ) e MZK (SP) como convidados. Em seguida, André Dahmer (RJ) volta à mesa de debates, dessa vez ao lado de Douglas Utescher (SP) para conversar sobre “Quadrinhos em revista”. Encerrando a programação, o quadrinista e editor OTA (RJ), reconhecido pelas mais de três décadas em que editou a revista MAD no Brasil, conversa sobre sua vida e obra.

 

O Panorama Nona Arte tem a curadoria do cearense Weaver Lima (CE) e de Fabio Zimbres (RS), que também estará no evento. Ambos são artistas visuais, pesquisadores e autores de histórias em quadrinhos atentos à produção contemporânea. Em cada cidade onde o evento acontece, junta-se a eles um curador adjunto, que em Fortaleza é PJ Brandão, produtor do podcast HQ Sem Roteiro.

 

Feira de Quadrinhos

 

Na Feira de Quadrinhos Independentes do Panorama Nona Arte vão estar representantes da nova geração, que vem se utilizado das mais diversas técnicas de impressões para produzir criativas publicações em tiragens limitadas. Suas criações vão além da reprodução industrial e se apresentam, muitas vezes, como livros de artista, com interferências plásticas que dão um caráter exclusivo a cada exemplar. O público terá acesso a uma variada produção de publicações que circula à margem do grande circuito. São 32 mesas que apresentam artistas, coletivos, e editoras independentes, locais e nacionais. Uma oportunidade imperdível para conhecer novos quadrinhos e quem os faz.

 

Oficinas

 

Três oficinas serão ministradas por quadrinistas convidados, abordando o desenho experimental, a produção na era da internet e o jornalismo em quadrinhos. Todas elas acontecerão na Sala Gente Arteira, com 12 vagas cada e as inscrições serão realizadas por ordem de chegada.

 

Antes da abertura do evento, nos dias 20 e 21 (Quarta e Quinta), Paula Puiupo, artista visual de São Paulo, que atua com quadrinhos, animação e tatuagem, ministra a oficina “Desenvolvendo quadrinhos através do desenho experimental”. No dia 23 (sábado), o tema é “Arte para medrosos – Produzindo quadrinhos na era da internet”, com o pintor, poeta e cartunista André Dahmer, do Rio de Janeiro.  A terceira oficina acontece na data do encerramento, dia 24 (domingo), com a jornalista e quadrinista Carol Ito, de São Paulo, sobre “Jornalismo em quadrinhos”.

 

PROGRAMAÇÃO DE DEBATES:

 

Dia 22 (Sexta-feira)

 

17h às 18h30Debate 1: Voadores não identificados

Com Diego Gerlach (RS) e Paula Puiupo (SP)

Novas experiências em quadrinhos: uma nova geração de quadrinistas busca explorar os quadrinhos de uma maneira pessoal revitalizando convenções e inventando maneiras de falar do mundo atual.

 

18h30 às 20h Debate 2: Je suis le Meme

Com André Dahmer (RJ), Daniel Lafayette (RJ) e Allan Sieber (RS/RJ)

Criando para redes sociais: três autores conhecidos pela produção para a web discutem as idiossincrasias desse meio, como fazer graça nas redes e sobreviver a isso.

 

Dia 23 (Sábado)

 

17h às 18h30 Debate 3: Não ficção

Com Aline Lemos (BH) e Carol Ito (SP)

Quadrinhos autobiográficos/jornalísticos: aventura, ficção e humor já são bastante reconhecidos como ingredientes das histórias em quadrinhos, mas outra produção, baseada em fatos reais e histórias pessoais, ganham cada vez mais destaque.

 

18h30 às 20h Debate 4: Brasil em Quadrinhos

Com André Toral (SP) e Shiko (PB)

Quadrinhos que apresentam aspectos da cultura brasileira do passado e da atualidade. Quadrinhos que se utilizam de referências históricas e geográficas revelando particularidades de um país de várias realidades.

 

Dia 24 (Domingo)

 

17h às 18hDebate 5: Fanzines Magnéticos

Com Alberto Monteiro (RJ) e MZK (SP)

Existem fanzines e fanzines. Alguns se tornam referência, como o Tattoo Comics do MZK, e o AntiUsual do Alberto Monteiro. Promovemos o encontro dos dois, pela primeira vez, para falar de suas publicações.

 

18h às 19h Debate 6: Quadrinhos em revista

Com Douglas Utescher (SP) e André Dahmer (RJ)

Um panorama da produção nacional através de dois projetos de publicação de quadrinhos: Coleção Ugritos e Revista Expressa.

 

19h às 20h30Debate 7: OTA: Essa é a sua vida

Vida e obra do quadrinista e editor Otacílio d’Assunção, o OTA.

Editor da versão brasileira da revista MAD, editou diversos títulos de quadrinhos por diversas editoras das décadas de 1970 a 1990. É autor do livro O Quadrinho Erótico de Carlos Zéfiro, e das séries “Relatório Ota”  e “Garota Bipolar”. Atualmente publica seus quadrinhos de maneira independente.

 

PROGRAMAÇÃO DE OFICINAS:

 

Dias 20 e 21 (Quarta e Quinta)

 

17h às 20hOficina 1: Desenvolvendo quadrinhos através do desenho experimental

Com Paula Puiupo (SP)

Local: Sala Gente Arteira. Classificação: 16 anos. Vagas: 12. Inscrições por ordem de chegada.

Quadrinhos são narrativas sequenciais que não dependem necessariamente de linearidade. Nesta oficina serão utilizados métodos de experimentação que se utilizam de diversas mídias para produzir quadrinhos e zines. Alunos produzirão material próprio durante o encontro e não é necessário que tenham experiência prévia com quadrinhos ou desenho.

A oficina tem como objetivos: Induzir os alunos a pensarem no próprio fazer artístico de forma livre, explorando campos incomuns; explorar a diversidade de possibilidades experimentais dos quadrinhos; abordar etapas que compõem o processo de auto publicação e produção de zines.

 

Dia 23 (Sábado)

 

14h às 17hOficina 2: Arte para medrosos – Produzindo quadrinhos na era da internet

Com André Dahmer (RJ)

Local: Sala Gente Arteira. Classificação: 18 anos. Vagas: 12. Inscrições por ordem de chegada

A proposta da oficina é desmontar a visão romantizada do fazer artístico, mostrando que a Arte é um processo nato e ao alcance de todos, e não uma iluminação para poucos privilegiados, além de abordar o que é ser um autor de quadrinhos nos dias atuais.

 

Dia 24 (Domingo)

 

14h às 17hOficina 3: Jornalismo em quadrinhos

Com Carol Ito (SP)

Local: Sala Gente Arteira. Classificação: 18 anos. Vagas: 12. Inscrições por ordem de chegada

A ideia é fazer uma breve exposição sobre pesquisas e trabalhos de jornalismo em quadrinhos e explicar a metodologia básica de pauta, apuração, roteirização e planejamento de uma reportagem em HQ. Os participantes serão desafiados a adaptar uma matéria jornalística para a linguagem dos quadrinhos.

 

SERVIÇO:

 

[QUADRINHOS] Panorama Nona Arte 2019 – QUADRINHOS IMPOSSÍVEIS

Local: CAIXA Cultural Fortaleza / Pátio Externo

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 22 a 24 de novembro de 2019

Horário: 17h às 21h

Classificação indicativa: Livre

Gratuito

Acesso para pessoas com deficiência.

Paraciclo disponível no pátio interno.

Informações gerais (85) 3453-2770

 

Atendimento à imprensa em Fortaleza:

DÉGAGÉ

Sônia Lage

Contatos:(85) 3252-5401 / 99989-5876

degage@degage.com.br / www.degage.com.br

Instagram e Facebook: @degagecomunicacao

 

Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural Fortaleza (CE):

www.CAIXA.gov.br/imprensa | @imprensaCAIXA

 

Acesse o site www.caixacultural.gov.br

Siga a fanpage facebook.com/CaixaCulturalFortaleza

Curta o Instagram @CaixaCulturalFortaleza

 

Novembro/2019

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 16 =