Éshow!

Startup cearense Vai Bem integra programa de ensino da Columbia Business School

Startup cearense Vai Bem integra programa de ensino da Columbia Business School


Juliana Freitas, José Neto e Cláudio Sanches, founder, co-founder e head da Vai Bem, respectivamente, participaram do módulo I do Programa de Empreendedorismo e Competitividade da América Latina (ECLA). Realizado pela Columbia Business School em NY, o programa reúne empresas com alto potencial de crescimento e contribui com uma base acadêmica para que os negócios sejam impulsionados em escala local e internacional.

Os empreendedores participam de módulos que abordam fundamentos e práticas dos negócios. Além da expertise do corpo docente da Columbia Business School, os participantes contam ainda com uma excelente oportunidade de networking e estabelecimento de parcerias. No primeiro momento, história, modelo de negócio e desafios da Vai Bem foram apresentados aos demais participantes, com a proposta de identificar como é possível melhorar a performance operacional da organização.

A Vai Bem é uma startup que funciona como cartão pré-pago que oferece acesso a uma ampla rede de serviços de saúde e bem-estar com preços reduzidos. Com descontos que podem chegar a 90%, além de abatimentos na compra de medicamentos, a Vai Bem já possibilitou a economia de mais de R$ 1 milhão em gastos médicos dos seus 120 mil clientes, em três anos de atuação.

“A imersão no programa é importante para buscar soluções inovadoras e enxergar nossas principais capacidades competitivas”, celebra Cláudio. Para cada empresa participante, foi escolhido um mentor para acompanhar o negócio ao longo do próximo ano. No caso da Vai Bem, a mentora é Jing Dong, PHD pela Universidade de Columbia e professora da Columbia Business School. A participação auxilia a Vai Bem a expandir as atividades e cada vez mais proporcionar acesso à saúde para as pessoas viverem melhor.

“Está sendo uma excelente oportunidade de aprendizado e troca de experiências com a universidade, outras empresas e empreendedores. Unir teoria e prática e levar esse conhecimento para o dia a dia do negócio acelera a curva de aprendizado e o crescimento da empresa de forma mais consistente e planejado”, afirma José Neto.

O curso segue ao longo do ano e os próximos encontros focam em visitas a empresas e análises de suas operações, em uma viagem de uma semana ao Marrocos, e posteriormente o desenvolvimento de uma melhoria com o suporte de um professor e um mentor que vão ajudar na definição do problema, na análise do processo e na implantação das melhorias descobertas através da análise. Após esse momento, serão realizadas apresentações dos resultados alcançados e um trabalho voltado ao crescimento da organização.
“Poder sair da rotina e olhar de fora o negócio ajuda a refletir sobre os melhores caminhos e melhorias que precisam ser feitas para termos uma empresa que entregue o valor que os clientes procuram e ao mesmo tempo gere resultados sustentáveis para a organização”, reforça Juliana.

Informações: www.cartaovaibem.com.br

Mais informações para a Imprensa:
AD2M Engenharia de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *