Éshow!

Revista celebra 30 anos do Teatro Lambe-Lambe


Revista celebra 30 anos do Teatro Lambe-Lambe

Publicação comemorativa será lançada no dia 17 de fevereiro, na FGM, em evento gratuito

 

 

Celebrar os 30 anos do Teatro Lambe-Lambe, exaltando a sua trajetória, seus idealizadores e seus artistas. Esse é o objetivo da Revista Eletrônica do Teatro Lambe-Lambe, publicação que será lançada na próxima segunda-feira, dia 17, às 11h, na Fundação Gregório de Mattos (FGM). A revista integra as comemorações do I Festival Internacional do Teatro Lambe-Lambe, evento que contará com uma série de atividades até março de 2020.

Lúdica, inclusiva, itinerante e sustentável, a arte do Teatro Lambe-Lambe foi criada na Bahia pelas artistas Denise Di Santos e Ismine Lima e tem como essência a magia dos antigos fotógrafos. No teatro lambe-lambe a experiência do espectador é única e individual. Nas apresentações, mantendo-se atrás do cenário, o animador veste suas luvas, e através de aberturas laterais de uma caixa, anima os bonecos ou objetos que contracenam na peça. O olho do espectador, do outro lado da caixa, encontra-se com o espetáculo que é feito exclusivamente para ele.

Entre as atividades do Festival, já foram realizadas mesas redondas, uma oficina de três meses que formou novos titeriteiros de Lambe-Lambe, nome dado aos artistas do teatro de bonecos, além de mostras abertas ao público no Pelourinho e no Farol da Barra. O evento terá uma programação extensa em março, considerado o mês do Teatro e do Circo, com novas rodas de conversa e apresentações espalhadas por toda cidade.

Teatro Lambe-Lambe

Genuinamente soteropolitano, é um tipo de teatro de bonecos que surgiu no final de 1980 com as pedagogas e atrizes Denise Di Santos e Ismine Lima. Um dos gêneros artísticos mais sustentáveis do mundo, o teatro lambe-lambe se utiliza de papelão, caixotes, isopor e outros materiais reaproveitados para a construção de seus cenários, personagens e outros elementos técnicos do espetáculo. Consagrado pela simplicidade do formato e por seu fazer artesanal, o gênero é também uma forma teatral que possibilita a cada artista ser dono de seu próprio teatro. Ele é responsável pelo seu teatro itinerante, seu diretor e cenógrafo, iluminador e criador de seus bonecos personagens.

Completando 30 anos em 2019, o teatro lambe-lambe é comemorado durante o 1º Festival Internacional do Teatro Lambe-Lambe, realizado em Salvador desde outubro de 2019. Na vasta programação, com atividades previstas até março 2020, oficinas, exposição, rodas de conversa e apresentações em praças, parques e espaços culturais e comerciais da cidade. O projeto foi contemplado no Edital Gregórios da FGM.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA | VIA PRESS

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO NACIONAL E COMUNICAÇÃO DIGITAL