B2POP Marketing Digital

A Era do Marketing de Experiência: Como Funciona e Como Usar?

1 1

Planejar a forma com que você vai atrair e reter clientes é uma grande tarefa. O marketing de experiência tem um alto potencial para transformar os consumidores em fãs da sua marca. Muitas vezes, com um custo relativamente baixo, é possível promover uma ação de marketing capaz de emocionar, divertir ou surpreender os clientes.

 

 

O que é marketing de experiência?

Marketing de experiência é uma estratégia com o objetivo de atrair, engajar e fidelizar clientes por meio da criação de experiências memoráveis, inovadoras e imersivas, capazes de envolver o público e de gerar diferentes estímulos sensoriais para estabelecer vínculos afetivos e promover a marca.

Basicamente, esse tipo de marketing consiste em promover ações para despertar o interesse das pessoas em relação à empresa, e fazer com que elas se identifiquem com seus valores e se tornem clientes fiéis.

O marketing de experiência é uma tática eficiente para aprimorar a experiência do cliente não apenas no momento da compra, e sim durante toda a jornada que ele percorre. Assim, desde antes de ele se tornar cliente até depois de ele adquirir um produto ou serviço, estas ações acontecem para mantê-lo feliz e engajado.

Essa é exatamente a proposta das ações de experiência, porque as pessoas já não se conectam com as empresas somente a partir dos produtos e serviços. Elas querem criar relacionamentos com marcas humanizadas e vivenciar experiências valorosas.

4 Vantagens de usar marketing de experiência na sua empresa

 

1. Aumenta a fidelização

Fidelizar clientes significa deixá-los tão encantados com a sua marca ao ponto de eles se tornarem fãs dela, comprando com frequência e sendo um promotor ativo do que você vende.

2. Gera identificação com a marca

A partir de uma ação de marketing de experiência, também é possível demonstrar os valores da marca e, assim, causar identificação com o público. O ideal é que as pessoas se sintam conectadas não apenas com o seu produto, mas com a proposta do negócio e a ideia que você vende.

3. Favorece a recepção de feedbacks

Feedbacks são recursos importantes para avaliar a performance e posicionamento da marca perante o público. E quanto mais engajadas as pessoas estiverem, o que pode ser alcançado a partir de experiências, maior será a quantidade de feedbacks recebidos. Dessa forma, é possível usar insights provenientes dos consumidores para melhorar a experiência.

4. Atrair mais clientes

Uma boa ação de marketing de experiência, sobretudo quando realizada em local público, ajuda a atrair pessoas que nem mesmo conhecem a sua marca.

O impacto de apresentar a empresa por meio de uma experiência memorável, divertida e inovadora é gigantesco, e certamente permanece na lembrança de quem vivenciou esse momento.

Como funciona o marketing de experiência?

Existem, biologicamente, 5 tipos de experiência: Sensorial, emocional, cognitiva, comportamental e de identificação.

 

1. Sensorial

A experiência sensorial é aquela que constrói uma vivência para o público a partir dos cinco sentidos: audição, olfato, visão, paladar e tato.

Ou seja: as sensações do corpo são instigadas durante a experiência para causar impacto positivo nas pessoas.

Um exemplo simples e que provavelmente você já viveu são as lojas de perfume, que oferecem papéis aromatizados para quem passa.

2. Emocional

A experiência emocional consiste em causar impacto nas pessoas, gerando sentimentos e reflexões sobre uma temática específica.

3. Cognitivo

Instiga as pessoas a exercer a criatividade, pensar fora da caixa e resolver problemas.

4. Comportamental

O marketing de experiência comportamental, como o próprio nome diz, demanda que o público coloque uma ação em prática.

E aí, você pode aproveitar que está promovendo um produto para incentivar um estilo de vida ou um determinado comportamento que tenha relação com ele ou com a sua marca, por exemplo.

5. Identificação

Outra possibilidade é usar o marketing de experiência para causar identificação no público, estabelecendo uma conexão mais profunda com ele.

Os 3 V’s do marketing de experiência

No marketing de experiência, você precisa ter atenção a três fatores essenciais.

1. Verdade

Falar a verdade para o seu público é uma premissa do marketing como um todo, e não é diferente quando falamos em promover experiências.

Por isso, sempre conte histórias verdadeiras, fale sobre os seus valores e propósitos reais e nunca prometa coisas que não pode cumprir.

Caso contrário, poderá manchar a sua credibilidade no mercado, perdendo a chance de se relacionar com o consumidor.

2. Vontade

O segundo V representa a vontade, ou seja, a necessidade ou desejo que o cliente quer cumprir quando compra um produto ou serviço. O marketing, portanto, precisa aguçar essa sensação, incentivando a compra para saciar esse desejo. E perceba que esse fator está relacionado com o anterior. Se você promete entregar algo e não cumpre, o consumidor ficará frustrado, pois não terá realizado a sua vontade.

3. Valor

Valor diz respeito à percepção do cliente em relação à experiência que ele obteve com a marca.

Trata-se do quanto o produto, serviço ou a empresa em si foi relevante para ele, entregando algo valoroso para o seu dia a dia, ajudando-o de alguma maneira.

Dicas de como usar o marketing de experiência na sua empresa

1. Saia do seu ponto de vendas padrão

Que tal realizar uma ação de vendas em outro local, como eventos corporativos, feiras ou quiosques em shoppings, por exemplo?

Dessa forma, você tem a oportunidade de alcançar pessoas que circulam por outros espaços  - até mesmo aquelas que não conhecem a sua empresa.

Ampliar a sua atuação para fora do ponto de venda padrão também é uma forma de ter ideias diferentes que, talvez, não poderiam ser colocadas em prática de outra maneira.

2. Comece dentro da empresa

Se você quer cativar o público, uma boa alternativa é fazer mudanças dentro da sua empresa.

Primeiro: você está oferecendo uma experiência memorável para os colaboradores? Lembre-se de que o marketing também deve ser feito internamente.

Segundo: os espaços da sua empresa são atrativos e ajudam a compor uma experiência para quem está inserido neles?

Comece de dentro da empresa e envolva os colaboradores na hora de aplicar o marketing de experiência.

3. Explore ferramentas de relacionamento

Uma experiência satisfatória se inicia desde quando é feito o primeiro contato do consumidor com a marca até depois da compra, caso ele necessite de atendimento.

E quanto maior for sua capacidade de se relacionar com o público, melhor você se sairá perante ele.

Nessa tarefa, há várias ferramentas que facilitam a interação com o cliente, tanto online quanto offline: suporte pelo site, uso de chatbots, sistema CRM (customer relationship management), e-mail marketing e atendimento via telefone, por exemplo.

Portanto, lance mão desses recursos para ganhar eficiência.

4. Insira o clima dos seus produtos no ponto de venda

Pense na experiência que o consumidor terá dentro do estabelecimento.

Um exemplo de marketing são as barbearias que oferecem cerveja e sinuca para os clientes.

Então, ao chegarem lá, eles não terão apenas um corte de cabelo, e sim um momento de descontração na rotina.

5. Envolva todos os setores da empresa

Se você é gestor de uma marca ou empreendedor, saiba que não deve fazer tudo sozinho.

Ao envolver todos os setores da empresa, você abre espaço para a geração de insights que, na prática, produzem resultados melhores.

6. Reformule seu ponto de venda

Enxergue a reformulação do ambiente como um investimento necessário para potencializar o seu marketing.

7. Integre estratégia online e offline

Crie uma estratégia que mescle recursos digitais e do mundo físico, pois, dessa forma, você poderá entregar uma experiência ainda mais potente para o público.

1 comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.