Vai, forrozão

Réveillon 2017 de Salvador é investigado pelo Ministério Público da Bahia

Réveillon de Salvador

O Réveillon 2017 de Salvador contou com apresentações de Ivete Sangalo e Claudia Leitte (Foto: Divulgação)

O Réveillon 2017 de Salvador está sendo investigado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por supostas ilegalidades em contratação de atrações musicais. De autoria do ex-vereador Everaldo Augusto (PCdoB), a denúncia foi realizada em julho de 2016. As informações são do portal Bahia Notícias.

Everaldo defende que as bandas foram contratadas sem licitação ou procedimento de inexigibilidade ou dispensa, o que, segundo o edital, caracterizaria prática de improbidade administrativa.

Leia mais: Réveillon de Salvador terá cinco dias de festa com 30 atrações confirmadas

A promotora Heliete Rodrigues, da 4ª Promotoria de Justiça da Cidadania da Capital, que está com o caso, já requereu documentos para a Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz) e outras unidades.

Promovido pela Prefeitura de Salvador por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), o evento contou com as apresentações de Anitta, BaianaSystem, Simone e Simara, Marcos e Belutti, Natiruts, É o Tchan, Psirico, Duas Medidas, Oito7Nove4, Ivete Sangalo, Cláudia Leitte e Daniela Mercury, Tierry, Bell Marques, Saulo, Aviões do Forró, Wesley Safadão, O Rappa, Luan Santana e Jorge e Matheus.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *