Ancoradouro

A Profecia da Freira Polonesa

Fieis cantam as Misericórdias do Senhor

Fieis cantam as Misericórdias do Senhor

Quatro elementos compõem a devoção à Divina Misericórdia inpirada por Jesus  à polonesa Faustina, hoje santa, uma freira semi-analfabeta, o terço, a novena, o quadro e a Festa da Divina Misericórdia. No Diário da Misericórdia, livro que contém todos os  elementos da devoção e as aparições de Jesus à santa Faustina, o terço e a Festa da Misericórdia são apresentados como a última tábua de salvação.

Na homilia, Pe. Antonio citou trechos do Diário de irmã Faustina, entre eles, uma profecia que se refere a João Paulo II. ” Polônia, se tu me obedeceres eu te elevarei em poder e santidade. De ti sairá uma centelha que preparará o mundo para minha vida derradeira”.

João Paulo II foi um grande promotor da devoção. Foi em seu pontificado, no ano 2000, que o segundo domingo da Páscoa foi instituído o domingo da Divina Misericórdia. Enquanto ainda era cardeal o papa esclareceu uma errõnea tradução do Diário de Faustina à  Congregação da Doutrina da Fé o que tinha feito a devoção oculta por um período de 20 anos.

A devoção cresceu. Em Fortaleza todas as paróquias abriram suas portas no dia de hoje para a recitação do terço da Misericórdia. Muitas estenderam a programação com atendimento de confissão, palestras e apresentações teatrais. A Festa promovida pelo Shalom teve pelo menos o dobro de participantes em relação ao ano passado. Em Cachoeira Paulista, SP, mais de 100 mil pessoas se reuniram na Comunidade Canção Nova para particparem do evento. “Tudo isso é um sinal de Deus”, disse Pe. Antonio.

Sobre a campanha que busca  culpabilizar o papa Bento XVI diretamente pelos escândalos de pedofilia por parte de alguns membros do clero Pe. Antonio convidou todos a rezarem pelo pontífice. E disse que a Igreja está com o papa e por ele reza. Está programado para o final do evento um momento especial de oração por Bento XVI.

Recomendado para você