Clube da Luta

Cigano disputará cinturão dos pesos-pesados contra Cain Velásquez

619 1

Disputa de cinturão será o próximo desafio de Cigano

Uma noite apreensiva, com a derrota de brasileiros no card principal, mas coroada com a vitória de Junior Cigano sobre Shane Carwin na luta mais importante do UFC 131, realizado ontem no Canadá. Por unanimidade, Cigano levou a melhor no octógono, mostrando ser muito mais que excelente boxeador. Defendeu-se bem das quedas, aplicou chutes altos com sucesso e manteve o gás nos três rounds. Terminou a luta, pronto para outra. Vale destacar que ele não só defendeu bem as quedas, como também derrubou um ótimo wrestler, mostrando que está preparado para disputar o cinturão contra Cain Velásquez, confronto que já foi anunciado. Falta só definir a data.

“Acho que terei meu maior desafio até hoje. Cain é o campeão e merece sê-lo. Esterei pronto para ele. Talvez seu maior atributo seja sua condição física. Ele é bom wrestler, mas estou aprendendo wrestling muito rápido. Tentarei defender as quedas e buscarei o nocaute com meu boxe”, disse Cigano na noite de ontem.

Cigano e Carwin eram dois lutadores com grande potencial para nocautear. Essa foi até agora a luta mais esperada do ano. Cigano vinha com sete vitórias seguidas, mas já contabilizava 12, sendo oito por nocaute. Por sua vez, Carwin também tem 12 vitorias, todas definidas no primeiro round. Cinco delas foram garantidas ainda no primeiro minuto. Não por acaso, Cigano avisou aos fãs que não piscassem durante a luta.

Carwin mostrou-se um Guerreiro, quando no fim do primeiro round resistiu a vários golpes desferidos em seu rosto. O americano não sofreu knock down, mas também não conseguiu se defender. Houve até um momento em que Cigano cobrou do juiz Herb Dean que encerrasse a luta, mas o combate durou os três rounds inteiros, nos quais os lutadores se respeitaram, reconhecendo o perigo que o adversário representava. Não dava para se expor muito. Ainda assim, Cigano mostrou sua superioridade.

Também subiram no octógono os brasileiros Vagner Rocha (que tem como apelido “Ceará” e estava estreando no UFC), Demian Maia e Diego Nunes, que tiveram adversários duros. Infelizmente os três perderam para Donald Cerrone, Mark Muñoz e Kenny Florian, respectivamente. Agora, Florian deve disputar o cinturão peso-pena do brasileiro José Aldo.

Recomendado para você