Clube da Luta

Amanda Nunes choca o mundo, nocauteia Cris Cyborg e se torna a 1ª mulher a conquistar dois cinturões no UFC

8481 3

Em duelo de brasileiras, Amanda leva a melhor e agora é campeã em duas categorias femininas: peso-pena e peso-galo. Foto: UFC/Divulgação

Foi avassalador! Com uma atuação impecável, Amanda Nunes não deu chances para Cris Cyborg e, com apenas 51 segundos de luta, nocauteou a paranaense na madrugada deste domingo (30), em Los Angeles, conquistando o cinturão dos pesos-penas do UFC, ampliando o seu reinado na organização, onde já tinha o título do peso-galo feminino. Com o resultado, Amanda se torna a primeira mulher campeã dupla da história do Ultimate, além de ostentar, a partir de agora, o posto de única campeã do Brasil na principal organização de MMA do mundo.

Essa é a segunda vez que Amanda, a Leoa, choca o mundo do esporte. Na primeira vez, em 2016, ‘atropelou’ a americana Ronda Rousey, então musa absoluta do MMA feminino, com o nocaute arrasador em luta relâmpago. Repetindo a mesma eficiência e agressividade, foi pra cima logo de cara e emplacou um novo nocaute devastador, ‘quebrando a banca’ em todas as bolsas de apostas, que apostavam suas fichas em Cris como a ampla favorita para o duelo.

Após um início de combate de muita pressão, Amanda partiu para a trocação franca com Cyborg, que logo se viu combalida com um potente soco de Amanda. Sem chance para a reação da adversária, acelerou o ritmo e, numa sequência de quatro golpes seguidos, de esquerda e de direita, fez a paranaense cair de cara para o chão já nocauteada.

Foi a 1ª derrota de Cyborg após 13 anos. Ela vinha de 20 vitórias seguidas no MMA. Destronada, Cris fica sem cinturão no UFC, que agora está sob domínio de Amanda. Já a baiana emplacou sua 8ª vitória seguida no UFC e o 12º nocaute de sua carreira.

CARD PRINCIPAL
Jon Jones venceu Alexander Gustafsson por nocaute técnico aos 2m02s do 3º round
Amanda Nunes venceu Cris Cyborg por nocaute aos 51s do 1º round
Michael Chiesa venceu Carlos Condit por finalização aos 56s do 2º round
Corey Anderson venceu Ilir Latifi por decisão unânime (triplo 29-28)
Alex Volkanovski venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m14s do 2º round

CARD PRELIMINAR
Walt Harris venceu Andrei Arlovski por decisão dividida (27-30, 29-28 e 29-28)
Megan Anderson venceu Cat Zingano por nocaute técnico a 1m01s do 1º round
Petr Yan venceu Douglas D’Silva por nocaute técnico aos 5m do 2º round (desistência)
Ryan Hall venceu B.J. Penn por finalização a 2m46s do 1º round
Nathaniel Wood venceu Andre Ewell por finalização aos 4m12s do 3º round
Uriah Hall venceu Bevon Lewis por nocaute a 1m32s do 3º round
Curtis Millender venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)
Montel Jackson venceu Brian Kelleher por finalização a 1m40s do 1º round

Recomendado para você