Clube da Luta

VÍDEO: Em Fortaleza, Dedé Pederneiras dá aulão de jiu-jitsu e diz que José Aldo ainda pode disputar o cinturão do UFC

Dedé Pederneiras em destaque, ao lado de Guilherme Santos, líder da Nova União, em aulão de jiu-jitsu na academia Ayo. Foto: Mauri Melo/O POVO

Líder da equipe Nova União, mentor e treinador de José Aldo, Dedé Pederneiras ministrou um aulão de jiu-jitsu na noite desta quarta-feira, 30, na academia AYO Fitness Club, no bairro Guararapes, em Fortaleza. Na atividade, repassou posições e técnicas de arte-suave para cerca de 100 praticantes da modalidade.

Após o treino, Dedé conversou com exclusividade com o Blog Clube da Luta. Na conversa, deu detalhes da preparação de José Aldo para enfrentar Renato Moicano, na co-luta principal do UFC Fortaleza, que acontece no próximo sábado, dia 2, no ginásio do CFO. O treinado de Aldo garante que ele chega forte protagonizar um combate de alto nível. “Aldo tá muito preparado. Veio pronto para vencer. Luta é luta, pronto para vencer ele está”, afirmou.

Dedé falou sobre a decisão de Aldo de se aposentar do MMA após cumprir as três lutas que ainda faltam em seu contrato. E revelou que, diferentemente do que o lutador falou, José Aldo pode sim voltar a disputar o cinturão e, quem sabe, terminar a carreira da melhor forma possível, como campeão. O treinador, no entanto, deu condições para que esse cenário fosse possível.

“A nossa expectativa é de que numa dessas três lutas vir a disputar o título novamente, a gente preferiu para fazer três rounds agora. E depois nessas outras lutas que faltam disputar um main-event com lutas de cinco rounds novamente. O Aldo quer realmente se aposentar. Tem essas três lutas no contrato. Ele sabe se ele for fazer uma nova disputa de título, tem que ser uma conversa muito ajeitada nesse contrato, porque se não ele renova automaticamente por mais oito lutas. E é o que ele não quer. Quer fazer outras duas lutas, talvez até mais uma, mas nada além disso”, comentou.

Assista a entrevista de Dedé ao Clube da Luta:

Confira a galeria de imagens do aulão de jiu-jitsu.

Crédito das imagens: Mauri Melo/O POVO

 

Recomendado para você