Clube da Luta

Coluna: UFC transfere edição de Curitiba para o Rio de Janeiro; Anderson Silva estará no card

Jeunesse Arena será o palco da próxima edição do UFC no Brasil. Foto: UFC/Divulgação

Mudança de planos. A próxima edição do UFC no Brasil não será mais em Curitiba. Isso porque o Ultimate não chegou a um acordo financeiro com o Athletico Paranaense, administrador da Arena da Baixada, que seria o palco das lutas. Diante do impasse, a organização decidiu transferir o evento do dia 11 de maio para o Rio de Janeiro, na Arena da Barra.

O curioso é que, inicialmente, o Rio estava fora dos planos do UFC em 2019, desde que a última edição realizada na capital fluminense, em 2018, teve público aquém do esperado e registrou problemas de segurança na semana do evento. Mas, com Curitiba fora do páreo, o Rio surgiu como a única opção no País com porte para receber um card numerado que, no caso em questão, é o UFC 237.

Nesse retorno ao Rio de Janeiro pela 10ª vez, o UFC deve promover para a luta principal o duelo entre a brasileira Jéssica Bate-Estaca e a americana Rose Namajunas, valendo o cinturão da categoria peso-palha feminino. Outra atração de peso do card é Anderson Silva. Depois de fazer um duelo de alto nível contra Israel Adesanya, no último dia 9, o Spider terá como adversário o peso-médio americano Jared Cannonier. Outras duas lutas também estão acertadas: Rogério Minotouro x Ryan Spann (meio-pesado) e Bethe Correia x Irene Aldana (peso-galo).

* Coluna de Bruno Balacó, publicada todas as sextas-feiras. Edição do dia 22 de fevereiro de 2019.