Discografia

Márcia Castro e Marcelo Jeneci lançam clipes

mc3a1rcia-castro-divulgac3a7c3a3o1Depois de dois bons trabalhos como intérprete, Márcia Castro apresentou seu primeiro trabalho como compositora no ano passado. Fruto de uma imersão sonora e literária com o poeta Arruda e com o produtor Gui Amabis, o independente Das coisas que surgem revelou uma cantora mais conectada com a cena indie e menos solar que nos discos anteriores. Como todo trabalho de canções inéditas, o terceiro álbum de Márcia exige mais tempo para encontrar o lugar ideal nos ouvidos, principalmente naquele menos acostumados a novidades. No entanto, Das coisas que surgem cresce na mesma medida que a cantora de voz rouca.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=maOP3iGxKk4[/youtube]

Para que ainda não ouviu Das coisas que surgem, uma porta de entrada é o clipe Na menina dos meus olhos. Parece um tiro no pé estrear um disco de compositora com o clipe de uma regravação, mas o fato é que a música é de Monsueto Menezes e Flora Matos, e contou com a participação especial da artista cabo-verdiana Mayra Andrade (que vale conhecer também). A direção do vídeo ficou com Carol Shimeji.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=ByKlq3db_yQ[/youtube]

Quem também está de clipe novo é o queridinho dos novos tempos Marcelo Jeneci. Quase dois anos depois do elogiado De graça, o paulistano lança o clipe de Um de nós. A balada melancólica, com ares de Arnaldo Baptista, tornou-se uma viagem intergalática pilotada pelo diretor Fabrício Lima. “Como sou apaixonado por astrofísica, também incluí alguns easter eggs e fatos do universo, como o buraco negro, a galáxia M81 e o capacete do Jeneci em um momento se transformando em uma estrela neutron pequena ou estrela pulsar, que emite constantes feixes de luzes e eletromagnéticos derretendo os planetas e corpos celestiais ao redor. Também aparece, meio escondida, a espaçonave Voyager 1 da Nasa, que atualmente é o objeto feito por homens mais distante do planeta Terra”, explica Fabrício.