Discografia

Los Sebosos Postizos chegam com show dedicado a Jorge Ben

foto-los-sebosos-postizos-credito-pio-figueroa

Antes de adotar o “Jor” ao final do nome, Jorge Ben escreveu um novo capítulo da MPB com seu jeito muito particular de fazer música. De longe, o ritmo é samba, mas tem influência de rock, soul, jazz, jovem guarda, bossa nova e mais um monte de elementos indefiníveis. O ouro dessa produção saiu em discos lançados nas décadas de 1960 e 1970, como Samba Esquema Novo, Força Bruta, A Tábua da Esmeralda e África Brasil.

Fieis seguidores desse som, a Nação Zumbi montou um projeto paralelo para homenagear o bluesman mais sambista do mundo. Formado por Jorge du Peixe (vocal), Lúcio Maia (guitarras), Dengue (baixo) e Pupillo (bateria e percussão), Los Sebosos Postizos se apresentam em Fortaleza neste domingo, no Cineteatro São Luiz.

O projeto começou meio que por acaso, quando os músicos animavam uma festa em Recife batizada de “Noite do Ben”. Ali, a ideia já era homenagear o compositor de Mais Que Nada, A Minha Teimosia é Uma Arma pra te Conquistar e Taj Mahal. A brincadeira deu certo, agregou outros fãs – como o guitarrista Pedro Baby e o percussionista Gustavo da Lua – e virou disco em 2012.

O repertório dos Sebosos Postizos mistura canções famosas com outros balanços que são mais conhecidos de quem conhece bem a discografia clássica de Jorge Ben. Junto com O telefone Tocou Novamente e Os Alquimistas Estão Chegando, tem preciosidades como Vou Andando, Quero Esquecer Você e Jovem samba.

Para fazer esse repertório, o quarteto mistura o balanço do Zé Pretinho com o dub e os grooves que marcam o som da Nação Zumbi. O resultado é um som afro-pop-black-mangue-dub-sambista que só Jorge Ben poderia merecer.

Serviço:
Los Sebosos Postizos
Quando: domingo, 27, às 18 horas
Onde: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro)
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Telefone: 3231 9461