Discografia

Estante de Discos: Especial black music

Novidades de Djavan e Ed Motta

Como poucas vezes visto, Djavan parece desesperançoso com o mundo. No primeiro single de Vesúvio, seu 24° disco, prometido para novembro, ele repassa problemas sociais que vão muito além do Brasil. “Parece tarde falar de amizade, ver com o coração”, lamenta nos tons tristes de Solitude.

Já Ed Motta há tempos não soava tão feliz quanto em Your Satisfaction is Mine, single de Criterion Of The Senses. O disco traz aquela fórmula jazz, r&b, funk que o carioca domina muito bem e esse primeiro single está pronto para as melhores pistas. Mais informações sobre esse disco em breve.

Maravilhas de Luiz Melodia

A perda precoce de Luiz Melodia (1951 – 2017) ainda é sentida por quem conheceu este que é dono de uma das obras mais originais da MPB. Isso fica bem perceptível no disco Maravilhas Contemporâneas, que ganha este mês uma reedição em LP pela Polysom. Lançado três anos depois do cultuado Pérola Negra, o segundo disco do “negro gato” é mais um pacote de canções que burlam qualquer rótulo estético. Com aquela poesia meio non sense cheia de imagens loucas, é aqui que ele apresenta a clássica Juventude Transviada ao lado de outras lindezas como Veleiro Azul, Amor e Congênito. Indispensável.

O balanço de Izzy Gordon

Sete anos depois do surpreendente Negro Azul da Noite (Joia Moderna), a paulistana Izzy Gordon está de volta com um novo disco. Mantendo as intenções jazzísticas, Pra Vida Inteira foge do clima econômico e intimista do anterior e busca um som mais cheio colorido e balançado. A abertura já é com Lata D’água, sambajazz em homenagem a Elza Soares, que repete o ritmo em Ideias Erradas. O repertório segue com toques de r&b (Só por você), funk (Luzia) e uma lindíssima valsa (Havia uma flor). Pra Vida Inteira tem só 26 minutos, 8 faixas, um aperitivo pra quem quer conhecer essa ótima cantora de voz rouca e sensível. Está todo disponível no vídeo acima. Confiram.