GIRO LUSÓFONO

Até o fim do século, África terá o maior número de falantes de português no mundo

Assembleia Nacional de Angola, em Luanda. Foto: Internet

De acordo com dados divulgados pelo Atlas da Língua Portuguesa, é no continente africano onde o maior número de pessoas falantes do português estará até o fim deste século.

As estimativas são por conta da retração no crescimento populacional brasileiro e da explosão demográfica liderada, principalmente, por Angola e Moçambique. Num todo, os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) somarão cerca de 266 milhões de habitantes em 2100, ultrapassando o Brasil, que terá uma população de cerca de 200 milhões.

No continente africano, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe têm a língua portuguesa como oficial. Atualmente, o idioma é uma língua global, considerado o terceiro que mais cresce no mundo, atrás apenas do espanhol e do inglês. Além disso, é a quarta língua mais falada no mundo em termos absolutos e a terceira em ambientes de negócios ligados ao mercado de óleo e gás.

Além dos PALOP, o português também é falado no Brasil, Portugal, Timor-Leste, Macau (Região Especial Administrativa da China), em Goa, Damão e Diu (as três na Índia), Malaca (Malásia) e no norte do Uruguai, onde é ensinado de maneira obrigatória nas escolas.

Recomendado para você