Blog do Jocélio Leal

Bastidores do IPO de Hapvida na B3

Geraldo Luciano abraça Cândido Pinheiro: VP de M. Dias Branco e conselheiro da empresa incentivou o IPO (Foto: Jocélio Leal)

São Paulo – Leia cenas do evento de lançamento das ações da Hapvida na B3.

–       Após o toque da sirene, momento simbólico da estreia, Bruno Cals,  o CFO,  subiu ao púlpito da B3 com a equipe dele. Estava emocionado e destacou as noites em claro do time.

–       Geraldo Luciano Mattos Jr, o vice-presidente de Investimentos e Controladoria da outra empresa cearense listada na Bolsa, a M. Dias Branco, participou do evento como conselheiro da Hapvida. Ele foi um dos grandes incentivadores da operação. Em 2006, foi Geraldo quem conduziu a entrada de M. Dias Branco na Bolsa.

–       O CFO da Hapvida era executivo de M. Dias Branco, do time de Geraldo. O fundador da Hapvida o apontou como um dos “generais” do IPO.

– O “general” é neto de coronel. O avô dele era César Cals, ex-governador e ex-ministro das Minas e Energia. O pai de Bruno é o ex-prefeito de Fortaleza César Neto, presente no evento. Bruno tem apenas 33 anos. Foi uma aposta da família Pinheiro.

–       O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, ao olhar para a plateia definiu, em tom de brincadeira, que via ali um “Consulado cearense”.

–       Dentre os presentes, o empresário Binho Bezerra, que comandou o Bicbanco, fundado em Juazeiro do Norte (CE) e outrora listado na Bolsa. O banco foi vendido aos chineses do CCB.

–       A próxima reunião do Conselho da Hapvida será dia 11 em Fortaleza. Passada a euforia, vão discutir posicionamento e também cenário pós recuperação da economia. Hapvida absorveu boa parte da classe média que não pode mais pagar planos mais caros. Com a melhora do cenário, não quer perder a fatia conquistada.

Recomendado para você