Política

Petista critica PCdoB por “dividir” a esquerda

Acrísio Sena criticou a candidatura do PCdoB. Foto: Érika Fonseca/CMF

O vereador Acrísio Sena (PT) criticou, na manhã desta quarta-feira, 8, a decisão do PCdoB de indicar a ex-deputada Manuela D’ávila à presidência da República na eleição do ano que vem. Durante o pequeno expediente da Câmara Municipal, o petista defendeu a união das esquerdas em torno de um programa para o País.

“Não posso me convencer que o melhor caminho seja cada partido seguir com um candidato diferente no próximo processo eleitoral. Na minha opinião, chegou a hora de sentar à mesa o PCdoB, PDT e PT para discutir um projeto de reforma de base e, a partir daí, unificar num só bloco os partidos, com um só nome para candidato nas eleições para a presidência da República.”, discursou Acrísio.

Com Lula, do PT, e Ciro Gomes, do PDT, viajando pelo País em clima de campanha, o PCdoB resolveu, após décadas, lançar candidatura própria. O parlamentar disse que diante da atual “política neoliberal avassaladora desse governo ilegítimo”, um projeto para a nação deve ser prioridade.

“Primeiro temos que discutir o projeto, segundo a aliança e terceiro a escolha de um nome nesse processo eleitoral”, concluiu o petista.

Recomendado para você