Ancoradouro

Padre Fábio de Melo Esclarece Episódio de Natal

2005 14

Pe. Fábio de Melo esclareceu em entrevista à jornalista Eliana Lima, do Jornal Tribuna do Norte, de Natal, RN o episódio que envolveu seu nome nestes últimos dias na cidade. O valor dos custos do evento com o show do padre foi publicado como cachê o que repercutiu negativamente na imprensa.

Pelo twitter Eliana Lima questionou o sacerdote sobre o alto valor do evento. Confirmando a idoneidade da fonte, Pe. Fábio se propôs a dirimir as dúvidas e especulações sobre o caso.

Republico abaixo a entrevista concedida por Pe. Fábio à Eliana Lima.

“A coluna questionou ao padre sobre o valor, pelo Twitter, e ele respondeu. Na troca de ‘twettes’, comprometeu-se a conceder entrevista; passou e-mail para a coluna informando o número do seu celular, pediu para que fosse às 22h do domingo, quando chegaria a Taubaté, interior do São Paulo, onde fica sua Diocese; pois passaria o dia pela área rural.

 Não esperou receber a ligação. Ele mesmo a fez, às 20h39, desligando às 21h41.

 Explicou que no Nordeste faria quatro shows, no dia 25 em Natal e encerramento da turnê dia 27 em Fortaleza (CE). Mas os outros shows foram cancelados sem o seu conhecimento.

 “Não me recordo de ter ido para o Nordeste fazer um evento só porque onera muito” disse, informando que os custos são rateados entre cidades (equipamentos, pessoal, passagem, hospedagem, etc).

 VALOR: “Soube dos custos elevados em Natal, no dia 23, através de você, pelo Twitter, quando me questionou sobre o valor. Procurei saber quem era, vi que se tratava de uma pessoa idônea, e busquei informações da Talentos (Produções)”.

 No dia 24, ligou para a prefeita Micarla para saber sobre o valor. Ouviu que houve um erro na publicação (DOM), porque não era cachê, mas tudo incluso, custos operacionais. Ele manifestou sua intenção de cancelar o show, participar só da missa, mas a prefeita fez um apelo que não, alegando divulgação em massa, a expectativa que gerou nas pessoas, inclusive com caravanas já formadas. Diante da situação, decidiu realizar o showmissa.

JATO: Quanto ao fretamento do jato (R$ 90 mil), esclarece que não podia depender nessa época do ano de voos comerciais, por causa das missões em sua Diocese – Taubaté.

 O jato, então, onerou os custos em mais 90 mil reais.

 “Esse jato! Esse bendito desse jato, e as passagens (pessoal) que precisaram ser modificadas”, lamentou.

 “Eu errei em não ter tomado conhecimento disso (custos). Do fundo do meu coração, se eu soubesse que o custo seria de 221 mil reais eu não faria. O erro não foi da prefeitura, foi da Talentos” – padre Fábio culpa a empresa por negociação e exigências. Nunca tem conhecimentos sobre custos, o que não pretende mais fazer daqui para frente.

 PAGAMENTO:  Afirmou que não quer receber um centavo enquanto a Talentos não esclarecer, detalhadamente, os custos, por escrito. O não pagamento, aliás, foi um pedido que ele mesmo fez à prefeita Micarla, e ela concordou. Ou seja, a iniciativa partiu do padre.

“Pelo amor de Deus! Fere todos os princípios éticos da minha vida. Eu sou pobre e sei quanto isso custa. Eu jamais aceitaria esse valor, seja qual cidade for”, confessou padre Fábio.

 Continuou: – “Eu tenho obrigação de mostrar o que aconteceu”.

 CACHÊ:  “Não existe valor fixo. Depende da logística, deslocamento, que estrutura terá” – segundo o padre, quanto mais distante o deslocamento, mais oneroso fica. Este ano mesmo ele fez show no interior paulista por R$ 30 mil, incluindo cachê e custos operacionais.

 ARREPENDIMENTO:  “Eu me arrependo amargamente, minha filha. Se eu soubesse antes eu teria cancelado o show, pediria ao meu bispo e teria só participado da missa. Não passaria por esse constrangimento, nem a prefeitura. Nós somos os artesãos da palavra, podemos tirar o sono de alguém. Estão tirando o meu”.

 CONVITE PARA SHOW: “Eu não recebi convite nem da prefeitura, nem de Gabriel (Chalita – pergunta da coluna se ele teria feito a ponte), mas sim um comunicado do escritório, que iria colocar Natal na turnê”.

 VALORES: “Quero fazer justiça. Volto a afirmar que não tinha conhecimento (custos), porque não tenho conhecimento dos valores dos meus shows. Nunca na minha vida negociei show, nem tempo para isso eu tenho. Se precisar parar de fazer show eu faço e continuo evangelizando na rádio, jornal e caminhadas. A minha vida musical quem administra é a Talentos, que organiza os shows católicos pelo Brasil”.

 COLUNA – Não foi a prefeita Micarla quem lhe convidou?

PADRE: – “Eu não tenho intimidade com Micarla para ligar para ela, nem ela para mim”.

 COLUNA – O Senhor está chateado com essa situação, os comentários?

PADRE: – “Quando eu vejo as pessoas ironizando que estou maravilhado com 221 mil no bolso fico muito triste. Ninguém tem o direito de dizer o que o outro não fez. Eu não tenho o direito de banalizar outra pessoa. São 15 anos representando a igreja católica e de repente uma nota no jornal dizendo que ganhei um valor que não ganhei. E o dinheiro vai para instituições que eu colaboro, como o Hospital do Câncer, Viva Cazuza” – entre outros.

 COLUNA – O Senhor pretende vir novamente a Natal?

PADRE: – “Eu quero voltar a Natal de uma maneira diferente, encontrar uma instituição para dedicar o evento, no início do ano, para apresentar o trabalho do meu novo CD, Iluminar. Não é para corrigir os erros, mas para acertar. Se errei, se fui negligente. Não culpo a prefeitura, em absolutamente nada. Combinou o que a Talentos cobrou”

 COLUNA – O Senhor já falou com Dom Matias Patrício?

PADRE: – “Dom Matias não se pronunciou em absolutamente (contato com ele). Fiquei extremamente preocupado com Dom Matias, porque se estou numa Diocese que não é minha, eu levo o nome dela; é ainda mais responsabilidade. Pretendo me colocar à disposição. Só não fiz ainda por falta de tempo, pois desde o dia 23 estou fora. Cheguei hoje (domingo) e fui celebrar nas comunidades rurais”.

 A continuação da entrevista se deu no blog Abelinha, de responsabilidade da mesma jornalista

Padre Fábio disse que recebe cerca de mil ‘tweets‘ por minuto (ele tem quase 90 mil seguidores), e entre eles viu o meu, questionando sobre o valor do contrato (R$ 221 mil) – dia 23. Chamou a sua atenção.

 Quando questionei novamente, sábado à noite, respondeu, por considerar que era o momento, acreditando que “nada acontece por acaso, e vi que você é uma pessoa idônea, responsável, correta, trabalha no maior jornal do Estado, de maior repercussão e credibilidade“.

 Reafirmou sobre o pagamento: – “Queria te garantir que meu escritório vai esclarecer. Não vamos receber nenhum tostão da Prefeitura de Natal enquanto não for esclarecido.  Os custos foram altos por causa de uma situação que fugiu ao meu controle. Liguei para a prefeita Micarla dizendo que estava extremamente constrangido por causa de uma informação que fiquei sabendo (valor do show, pelo twitter.com/elianalima) e gostaria de cancelar. Coloquei-me à disposição para participar só da missa, mas caravanas estavam indo para o show em Natal e a prefeita me disse “eu peço que o Senhor venha e depois a Talentos esclarece“.

 Padre Fábio disse que foi uma lição e a partir de agora exigirá que todas as informações sobre valores passem por ele: – “Preciso de uma assessoria que passe essas informações para mim, para não passar mais por isso“.

Quanto ao encontro na casa da prefeita após o show, garantiu que o único momento em que se tocou no assunto do contrato foi quando lhe perguntaram como soube da repercussão em Natal, e ele disse que “foi pelo Twitter da Eliana, que é jornalista, e me informaram que sim, que você é da Tribuna do Norte“.

 – “Dou minha palavra de padre, de homem. A única hora em que se falou do evento foi quando me perguntaram como eu soube, e eu disse no Twitter da Eliana“.

 Sobre o motivo que retirou os posts no seu Twitter, sábado, explicou: – “Retirei os posts porque as pessoas estavam retwittando somente o primeiro post. Você sabe muito bem que não é fácil dar explicações tão complexas usando apenas 140 caracteres. No primeiro post eu falava que não sabia do valor do show e que também esperava explicações. Eu só sabia que o custo extrapolava o comum. Foi sobre isso que falei no show. O evento de Natal ficou prejudicado por causa da desistência das outras cidades. Pedi desculpas ao povo. O grande vilão foi o meu transporte. Mas o post se referia às explicações que meu escritório me faria. Percebi que eles estavam sendo usado fora do contexto, como se eu estivesse sugerido má fé ou desonestidade por parte da Prefeitura de Natal. A regra da boa interpretação é essa. Todo texto pede um contexto. Precisamos segui-la. Quanto aos valores dos eventos, volto a l he dizer: eu não cuido disso. Os eventos são acordados caso a caso. A Talentos poderá lhe informar melhor“.

 E desabafou: – “Minha filha, confesso que estou cansado do assunto. Não vou dar ouvidos aos comentários maldosos. Quem gosta de veneno é suicida. Não é o meu caso. Eu prefiro ficar com o bom da vida. Só quero esperar pelos esclarecimentos. É uma questão de honestidade. Agradeço pela oportunidade de dizer o acontecido à população de Natal, através de você“.

 Os links da entrevista de Pe. Fábio de Melo são os seguintes:

http://www.tribunadonorte.com.br/coluna/2028

http://blog.tribunadonorte.com.br/abelhinha/continuacao-da-entrevista-com-padre-fabio-de-melo/47105

Recomendado para você

14 Comentários

  • 221 MIL NA CULTURA POTIGUAR.
    Caros amigos imaginem o cachê do católico padre Fabio de Melo que foi de 221 mil, investidos em artistas locais em shows espalhados por toda a Linda cidade do natal, teríamos muito mais que somente um cristão católico( que não tem apego ao dinheiro) nos palcos, teríamos vários padres daqui mesmo da cidade; que não precisariam vir de jatinho, poderíamos agraciar também os evangélicos com shows gospel por que não miekaela de Souza?, como disse Bibi Ferreira , que faturou 55 mil. imaginem se este 221mil que fez o padre Fabio feliz nesse natal fosse pago aos artista natalenses que não viriam aqui logicamente de jatinho, muito pelo contrario a maioria chegaria de ônibus mesmo( pagando uma das tarifas mais caras do Brasil) poderíamos ter shows do dia 24 de dezembro ao dia de reis que fecha as comemorações calendário natalino no dia 6. FESTA QUE NÃO ACABARIA MAIS!
    Nada contra padres que fazem shows por 221 mil, mais é que a igreja católica já tem um grande patrimônio no mundo todo, e seus padres vivem muito bem, enquanto a população de natal, é `”privada” de saúde( nos postos de saúde falta tudo inclusive médicos) , e a cultura da cidade é renegada,haja vista que na terra do elefante existem vários padre, pastores, músicos cantores, atores, bailarinos e palhaços tão bons quanto o bonitão católico.
    Espero que a prefeita que tem a chave da prisão onde prenderam a cultura da cidade, abras as porta para a cultura daqui, com artista da terra POTIGUAR.
    NO PRÓXIMO ANO SENHORA PREFEITA ACREDITE NOS ARTISTAS DAQUI, 221 MIL NA CULTURA POTIGUAR!

  • Elaine Mendes disse:

    Realmente o custo do show foi muito alto, por isso, o Padre quando receber algum convite para fazer um show deve também pensar nos custos, pois se o custo for exorbitante pouca coisa sobrará para ser destinado às obras sociais que o religioso se compromete a ajudar. Foram arrecadados vários quilos de alimento, porém a um custo de R$ 221 mil, não sei se valeu a pena, é claro que não devemos desconsiderar a alegria que muitos tiveram em assistir ao show do padre gratuitamente e isto não há como medir monetariamente.
    Padre Fábio aprendeu com o episódio e agora ficará mais atento aos custos de seu show. Certamente não é um show amador e por isso tem seu preço (músicos e equipe profissionais) e mais o cachê do padre já que ele não tem paróquia e ajuda sua família. Ele falou no twitter que vai procurar alguém que o ajude nisto. Aliás, as prefeituras antes de contratar qualquer astro pop deve também fazer este cálculo, ou seja, fazer o balanço entre os custos e benefícios à cidade ao promover eventos de tal porte. Só espero que não seja só o Padre a fazer este cálculo. O homem já é sacerdote, cantor, compositor, escritor, apresentador, só falta agora ele se tornar especialista em gestão de eventos culturais. Daqui a pouco, com a experiência adquirida, ele é até convidado a ser ministro da cultura.
    Paz e bem!

  • deize disse:

    Deixem o padre em paz!

  • olivia disse:

    Lamento como as pessoas vivem procurando apontar as falhas alheias! E qd isso acontece deixa de lado o valor real da sua integridade p se julgar valores em REAIS.Acredito na honestidade da pessoa íntegra q é Fabio de Melo,o resto são detalhes! Apesasr de ofendido sei q jamais deixará sua boa índole de continuar com seu honesto trabalho de evangelizar!Parabens padre Fabio! Tu és solo Santo, e só Jesus pode pisasr na terra do seu coração na qualidade de Juíz!Bbbravo! Voce venceu! Abraços LIVIAADIAS

  • janioalcantara disse:

    É incrível como tentam achincalhar o Pe. Fábio. Para mim, ele está totalmente isento de qualquer culpa que estão lhe atribuindo. Respondeu bem a tudo que foi perguntado. Cada dia, admiro mais o caráter deste ser humano (inspirado por Deus), que vive em super-exposição devido às mensagens de Amor que ele repassa às pessoas.
    Quanto aos artistas potiguares, claro que merecem a devida atenção dos órgãos estatais, mas também vão à luta, com o talento que Deus lhes deu!
    Parabéns, colega Vanderlúcio pela postagem esclarecedora! Feliz 2010!
    Paz e Bem!

  • Raphaela T Lyra disse:

    Padre Fábio, acreditamos no Sr. pois o acompanhamos há tempos e sabemos do seu caráter. Erros acontecem, e talvez tenha havido uma administração arrônea por parte da Talentos. Que o sr. continue evangelizando, sem se abalar com a crueldade humana, pois sua missão é, sobretudo, Divina. Se perpassa pelos limites humanos, é claro que pode haver erros. Sabemos de sua ética como homem de Deus, como alguém de princípios e valores irrefutáveis.

    Que Deus o abençoe!!!

  • Pedro disse:

    Eu tb acredito na honestidade do padre fabio, até eu sou honesto com 221 mil no bolso… ja’ nao fazem mais padres como antigamente, preocupados com seu rebanho, agora todos querem ser artistas, balançar sobre um palco e ganhar dinheiro, assim até eu vou evangelizar e engordar minha conta bancaria.

  • Raphaela disse:

    Pedro, cuidado! Aquele que julga também será julgado, e não será pelos homens. Se vc quer engordar sua conta bancária, há vários meios para isso, mas com certeza não o meio católico, o meio de pessoas de bem. Parece que é vc que tem o dinheiro como o seu Senhor. Vá trabalhar, fazer algum bem pra humanidade! Ao invés de invejar o trabalho bem desenvolvido de alguns. Procure conhecer a verdade antes de vir aqui falar bobagens.

    Padre Fábio, cremos no Deus que o sr. anuncia, e consequentemente, cremos na sua palavra.

    Deus o abençoe.

  • lucelena disse:

    ninguem joga pedra em arvore que nao da frutos esse amado de DEUS tem dado frutos em abundancia

  • O fato ocorrido, é que foi um mal planejamento da parte da produtora em avisar ao Padre o valor, a culpa não é dele e aqueles que julgam sem saber são pessoas sem caráter, procurem saber do que se trata para depois julgar.

  • felismar disse:

    se a Prefeitura comprometeu a pagar este valor é porque tinha condições os evangelico é melhor cuidar da vida deles que das nossas catolicos nos temos nossas consiencia limpa e fazemos o que queremos e nao samos iguais a vcs mandado por pessoas que se diz Pasto so usa uma Biblia para Fatura Dinheiro no final do mes dos Bestas….
    os pastores dize se eles nao der nao vai pro ceu ( so um comentario aconteceu na minha cidade no maranhão so por que uma irma nao pagou o dizimo foi espusa da Igreja que religião é esta vai se catar seus filho de uma mae)

  • JORGE MOURA disse:

    padre vá rezar missa e pare de ser pop star o pais esta na miséria por causa desses políticos que contratam voseeis só para ganhar votos você nunca sabe de nada mas de jatinho particular gosta de andar sei que fez schws no sul e o ingresso não e nada barato não se faça de inocente isso você não e mas não e mesmo..

  • Padre pq as igrejas católicas estão virando cabaré uma mulher pode casar de noiva quantas vezes quizer isso é uma vergonha

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =