Ancoradouro

STF diz que é constitucional sacrifício de animais em rituais

Galinhas, pombos, patos, carneiros, bodes e até bois poderão ser abatidos em rituais das religiões de matriz africana sem que seja configurado maus tratos. A dedecisão foi do Supremo Tribunal Federal – STF, nesta quinta-feira, dia 28, diante do julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 494601, no qual se discutia a validade da Lei estadual 12.131/2004, que permite tal prática no Rio Grande do Sul.

 

Sacrifícios são oferecidos aos Orixás.

A tese final ficou do seguinte modo: “É constitucional a lei de proteção animal que, a fim de resguardar a liberdade religiosa, permite o sacrifício ritual de animais em cultos de religiões de matriz africana”.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *